ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • FIP
informes - ABONG

54906/10/2016

Sociedade civil global se prepara para a COP 22 no Marrocos

Evento paralelo ao oficial está previsto com foco na África, que reúne países dentre os mais afetados pelas mudanças climáticas

 

Por Amanda Proetti

 

A próxima Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 22), a chamada Cúpula do Clima, será realizada entre 8 e 18 de novembro, no Marrocos. O evento será o primeiro após o tão falado Acordo de Paris, tratativa climática internacional resultante da COP 21, realizada em dezembro de 2015.

 

Uma etapa preparatória à COP 22 foi realizada pela sociedade civil nos dias 23 e 24 de setembro, em Casablanca, no Marrocos: um encontro internacional para discussão dos desafios e perspectivas da próxima COP. Organizado pela Coalizão Marroquina para Justiça Climática - rede composta por organizações e movimentos sociais de todo o Marrocos -, o evento reuniu 245 pessoas, incluindo 80 internacionais oriundas de 198 organizações, movimentos e redes de 36 países, a maioria (23) da África, mas também da Palestina, Filipinas, Sri Lanka, Bangladesh, Paquistão, Colômbia, Perú, Brasil, Argentina, Canadá, Alemanha, França, Itália e Bélgica. Damien Hazard, membro do Conselho Diretor da Abong – Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais, participou do evento também representando a ONG Vida Brasil e coordenou uma tarde de discussões em seu primeiro dia, que tratou da COP África.

 

Diversos segmentos da sociedade civil organizada global estiveram representados na ocasião, não só o ambientalista, mas também sindicatos, organizações de desenvolvimento, defesa de direitos, mulheres, juventudes, pescadores/as, agricultores/as e camponeses/as, migrantes, moradia, entre outros. “O encontro permitiu apresentar o que será a COP 22 e debater a estratégia da sociedade civil a ser desenvolvida. O evento paralelo pretende dar voz às vítimas das mudanças climáticas, desmentir as falsas soluções, propor alternativas e assegurar ainda um diálogo com a esfera das negociações intergovernamentais”, afirmou Damien.

 

Acesse fotos do evento.

 

A COP 22 será composta por três espaços: o das negociações oficiais (zona azul), reservado aos/às negociadores/as governamentais e às organizações pré-cadastradas (inscrições encerradas); e o de diálogo da sociedade civil (zona verde), que está aberto para inscrições.

 

Um espaço autogestionado pela Coalizão Marroquina para Justiça Climática está previsto para ser o espaço alternativo dos/as representantes das organizações da sociedade civil. Um evento paralelo ao oficial está previsto para os últimos dias da COP 22, durante três ou quatro dias entre 14 e 18 de novembro. Uma marcha, oficinas autogestionadas e atividades de convergência estão sendo planejadas para a ocasião. A iniciativa pretende ter como foco principal a África, que reúne países dentre os mais afetados pelas mudanças climáticas, como mostra a Declaração de Casablanca, nota resultante do encontro realizado nos dias 23 e 24.

 

“Segundo as autoridades, o evento oficial pretende ser a COP da implementação de ações, já que o Acordo de Paris, estabelecido durante a COP 21, não compromete seus signatários”, explica Damien. Ele conta que uma articulação entre o evento oficial e o evento paralelo está sendo analisada e será apoiada por um grupo de facilitação internacional.

 

A Coalizão Marroquina para Justiça Climática pretende apoiar com hospedagem e, eventualmente, passagens aéreas a participação de representantes/as de organizações e movimentos internacionais. A orientação é que essas pessoas se inscrevam no site do evento oficial (zona verde). Acesse o formulário de inscrição para a COP 22 (em francês).

 

Para solicitar o apoio, é necessário escrever para societecivile@cop22.ma, com cópia para cmjusticeclimatique@gmail.com, indicando nome da organização, nomes das pessoas que a representarão, números dos documentos de identidade e endereços de e-mail de cada pessoa. Para mais informações, acesse o convite da Coalizão.

 

PALAVRAS-CHAVE

lerler
  • PROJETOS

    • Projeto Sociedade Civil Construindo a Resistência Democrática

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca