ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • ALOP
informes - ABONG

39226/06/2007 a 2/07/2007

ABONG e Intervozes realizam oficina de comunicação estratégica

Como parte do Programa de Mobilização de Recursos (PMR) e do Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong), apoiados respectivamente pela Oxfam e pela EED, Icco e Kellogg, aconteceu em São Paulo, nos dias 19 e 20 de junho, a Oficina de Comunicação Estratégica. A atividade foi uma iniciativa da Abong e contou com a parceria do Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social, além do apoio da área de Comunicação da Associação. Participaram ativamente da oficina 19 representações de associadas dos oito Regionais Abong e do Escritório do Fórum Social Mundial.

De acordo com Helda Abumanssur, assistente de diretoria da Abong, o PMR e o PDI são Programas cujos objetivos dialogam e podem potencializar mutuamente seus resultados. No caso desta oficina, os objetivos foram: realizar um debate conceitual e prático sobre a comunicação em suas diferentes vertentes (política, interna, externa); oferecer condições para que a/o participante deflagre o debate realizado na oficina (seus conteúdos e materiais) nos seus regionais, contribuindo para o aprendizado institucional de outras organizações associadas, movimentos e redes parceiras e contribuir para a reflexão sobre o papel da comunicação para o fortalecimento do campo democrático popular.

A metodologia da atividade, elaborada em conjunto com o Intervozes, procurou reforçar a troca de experiências sobre as práticas em comunicação das organizações participantes e a reflexão sobre estas práticas num contexto mais amplo conceitual e da conjuntura de comunicação no Brasil. Um dos critérios para participar da oficina foi o compromisso com a difusão e o debate dos conteúdos ali discutidos nos Regionais, com grupos, movimentos sociais e outras entidades parceiras. “A atividade não terminou no momento de avaliação final: a proposta era que a oficina fosse um passo a mais na reflexão sobre os desafios da comunicação para organizações do campo da Abong e possibilitasse principalmente avançar sobre a perspectiva de estratégias coletivas nesta área”, salienta Helda.


Dilema

Análise de conjuntura, Afinando conceitos e Fazer comunicativo foram temas de alguns dos momentos da oficina, que teve como facilitadora Michelle Prazeres, do Intervozes. Para ela, no debate conceitual – quando foram discutidos e analisados assuntos como comunicação em rede, de massa, direito à comunicação, comunicação política – vieram à tona questionamentos e dilemas centrais, vividos no cotidiano das organizações. “Foi muito interessante a colocação dos participantes em relação ao dilema de ser invisível ou fazer uma comunicação de massa, entendida como hegemônica, que aliena e homogeneíza”, avalia.

Michelle considera que houve uma boa troca de experiências em comunicação e sobre como a comunicação realizada nas organizações pode contribuir para reverter o quadro da falta de diversidade de conteúdos nos meios de comunicação no Brasil – reflexo da concentração destes nas mãos de nove famílias – e promover um contra discurso necessário. “A atividade foi riquíssima, e conseguimos atingir nossos objetivos, promover uma reflexão sobre as ações de comunicação feitas nas organizações, sobre a contribuição que estas ações podem ter num quadro político maior, para a construção do campo democrático-popular e também da democracia em si, pois sabemos que ela não existe sem uma comunicação democrática”, opina Michelle. “Para o Intervozes, foi importante a oportunidade de refletir em conjunto com as associadas da Abong e ver que a Associação tem na comunicação uma de suas prioridades para esta gestão, tratando de forma central este tema que é tão caro hoje para a democracia brasileira. Foi um momento importante para unir forças, trocar experiências e catalisar ações, levantando possibilidades de atuação.”

Acompanhe vários debates sobre comunicação pelo site do Intervozes: www.intervozes.org.br. Para saber mais sobre a conjuntura da comunicação, visite a página do Observatório do Direito à Comunicação: www.direitoacomunicacao.org.br

lerler
  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca