ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Petrobras
  • REDES

    • FIP
informes - ABONG

37428/11/2006 a 11/12/2006

PAD debate o papel da cooperação internacional e dhescas

O papel da cooperação internacional na exigibilidade dos DhESCAs foi o tema do Seminário Internacional realizado pelo Processo de Articulação e Diálogo entre as Agências Ecumênicas Européias e as Entidades Parceiras no Brasil (PAD), no período de 19 a 22 de novembro, em Salvador (BA). Participaram do encontro 86 representações, sendo 56 do Brasil e 30 de seis outros países.

O PAD é uma rede formada por sete agências ecumênicas européias de distintos países e por 165 entidades parceiras no Brasil, distribuídas e atuantes em Regionais. A Abong integra a coordenação executiva do PAD Brasil no setorial ONGs, por meio de Jorge Eduardo Durão, diretor geral da Associação na gestão 2003-2006 e diretor executivo da Fase.

De acordo com Durão, o seminário contou com uma análise aprofundada do contexto dos direitos humanos e das experiências de exigibilidade,  com a constatação de que o capitalismo e o seu atual modelo de desenvolvimento negam direitos. “Com o diagnóstico de que não é possível uma sociedade de direitos para todos e todas no atual modelo de desenvolvimento, foi abordada a questão da luta por direitos, entendida como um meio, uma relação, uma caixa de ferramentas para construir, de forma participativa, novos modelos de desenvolvimento, novos mundos possíveis”.

Foram também discutidas as questões relativas à emergência de novos violadores de direitos – agentes do mercado – e o desafio de relacionar essas práticas com a discussão sobre a responsabilidade social empresarial. Durão salienta, ainda, a análise sobre o papel da cooperação internacional. “Os direitos humanos devem constituir-se em um elemento estruturante do processo de repolitização da relação entre agências e parceiros.”

Associadas e parceiras da Abong também estiveram presentes no encontro do PAD. Integrante da diretoria executiva colegiada da Abong, Magnólia Said participou do seminário representando a ONG Esplar – Centro de Pesquisa e Assessoria (CE), da qual é presidente, e a Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais – onde é membro da diretoria executiva.

Magnólia também destaca a importância das discussões sobre o modelo de desenvolvimento assumido pelo governo brasileiro – e seus reflexos na terra, na água e nos direitos das populações – e sobre a responsabilidade social empresarial, que fomentou reflexões sob diferentes óticas. “Ficou claramente demonstrado, por parte de algumas agências de cooperação, o interesse em que suas parceiras estabeleçam, para além do diálogo, relações de parceria também com transnacionais.”

E o êxito do seminário ficou patente: “Para mim e muitos(as) outros(as) participantes, este foi o melhor seminário do PAD, pelo grau de aprofundamento das discussões e franqueza na exposição de divergências”, afirma Durão. “A qualidade das intervenções, a ampla participação e a expressão concreta das experiências vivenciadas apresentadas pelos regionais favoreceram  este resultado”, diz Magnólia. “Também foram bastante relevantes a sinceridade e a transparência com que tanto as agências como as instituições participantes se apresentaram durante todo o debate.” www.pad.org.br.

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca