ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Fórum Social Mundial
informes - ABONG

35725/07/2006 a 31/07/2006

Mulheres contra o racismo e todas as formas de discriminação

Diálogos entre mulheres das Américas contra o racismo e todas as formas discriminação: esta foi a proposta da reunião ocorrida em Brasília em 24 e 25 de julho, organizada pelas Representantes das Mulheres no Comitê Internacional da Conferência Regional das Américas.

A reunião contou com o apoio, entre outros, da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) e do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem) e esteve inserida entre as comemorações do 25 de julho, Dia da Mulher Negra da América Latina e do Caribe. "O Unifem apoiou esta reunião porque temos como missão fortalecer as vozes e a ação política das mulheres", informou Vera Soares, Coordenadora do Programa Igualdade, Gênero e Raça do Fundo.

Conforme Nilza Iraci, coordenadora executiva do Geledés - Instituto da Mulher Negra e integrante do Comitê Internacional da Conferência Regional Américas - no qual está voltada para as questões de gênero -, a reunião aconteceu no marco da Conferência, para delegadas e não delegadas, com dois objetivos: discutir as estratégias das mulheres para a sua atuação na Conferência; e pensar em estratégias de ação para o futuro, para além da conferência.
Estiveram presentes 40 lideranças da luta pela igualdade de gênero e raça/etnia do movimento de mulheres e feminista da América Latina, América Central e do Caribe, representando, segundo Nilza, segmentos de Durban - mulheres negras e não-negras, índias, ciganas, movimento LGBT, jovens, entre outras.

Durante o encontro, foi lançada a cartilha Mulher Negra = Sujeito de Direitos e as convenções para a eliminação da discriminação, organizada pela Agende - Ações em Gênero Cidadania e Desenvolvimento, com apoios. O objetivo da publicação é servir como instrumento pedagógico, jurídico e político dirigido principalmente às mulheres negras brasileiras, bem como a operadores(as) do Direito.

Para os diálogos, foram formados grupos, cujos trabalhos resultaram em um documento conjunto, que será apresentado no espaço da conferência. "As problemáticas devem ser assumidas pelo conjunto da conferência, pois não deve ficar sob responsabilidade somente das mulheres discutir gênero, cujas questões dizem respeito a todos e todas", salienta a coordenadora do Geledés. "E os diálogos apontaram para uma articulação de futuro, em que os segmentos de mulheres não vivam suas questões de forma isolada, mas coletivizadas e trabalhadas por toda a sociedade, em geral, e pelo movimento de mulheres, em particular".

lerler
  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca