ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Instituto C&A
  • REDES

    • Action2015
informes - ABONG

35220/06/2006 a 26/06/2006

II ENA: um encontro de saberes e troca de experiências

O II ENA foi uma mostra da diversidade brasileira expressa na cultura, na prática agroecológica e nas discussões política-econômica-sociais


O ambiente foi de alegria, descontração, de mostrar uma realidade diferente do campo do Brasil sob as bases da agroecologia, em que homens e mulheres produzem sem agredir a nossa biodiversidade. Também se manteve o espaço para denunciar o agronegócio, que se expande no país causando malefícios para as populações urbana e rural. Uma prática que emprega pouca mão-de-obra, concentra terra e prejudica o meio ambiente. O II Encontro Nacional de Agroecologia (II ENA), que aconteceu entre os dias 2 e 6 de junho, no Recife (PE), mostrou tudo isso e apontou tantas outras questões para serem enfrentadas pelas 1.700 pessoas presentes ao Encontro, que foi promovido pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA).

 

Essas pessoas vieram de todos os Estados do Brasil. Trouxeram em suas caravanas as diversas faces brasileiras e uma multiplicidade de experiências e saberes para partilhar. Foram agricultores e agricultoras familiares, extrativistas, indígenas, pescadores e pescadoras, quilombolas, quebradeiras de coco, professores e professoras, estudantes, pesquisadores e pesquisadoras, técnicos e técnicas, que se dispuseram a discutir, dialogar e construir propostas para que o meio rural do nosso país seja um espaço de democratização da terra, de produção de alimentos saudáveis, de respeito às comunidades tradicionais e à sua cultura e de um sistema agrícola sustentável.

Em cada canto uma história. Em cada sala uma experiência e um saber expresso.

 

Na feira, espalhados em mais de cem barracas misturavam-se sabores e criatividades, elaboradas por diversas mãos dos nossos diversos Estados. Tudo com uma riqueza de detalhe e uma beleza que parecia traduzir a emoção de quem fez. Um dos pontos altos foi a troca de sementes. É com elas onde tudo começa – a vida. Foram tantas e de tantas espécies, umas mais conhecidas outras nem tanto. Mas, no II ENA o desconhecido por tantos(as) veio à luz para que a nossa biodiversidade permaneça agora e sempre.

 

Por fim, a nossa carta política que cela o compromisso da ANA em continuar atuando como interação horizontal das forças sociais transformadoras, que em sua diversidade, procuram construir convergências políticas em defesa da produção familiar agroecológica na luta contra o agronegócio e o latifúndio. Entendemos, pois, que o direito ao território e à reforma agrária são inseparáveis das propostas de um país agroecológico. (Por Laudenice Oliveira).

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca