ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • Action2015
informes - ABONG

3308/11/2005 a 14/11/2005

Em debate: novas estratégias para ampliar a democracia e a participação

Nos dias 30 de novembro e 1o de dezembro, vários movimentos e organizações, entre elas, a Abong e alguns Fóruns e Redes, realizarão em Recife (PE) um amplo debate: o Seminário Nacional Novas estratégias para ampliar a democracia e a participação. 

O encontro tem por objetivos avaliar criticamente a democracia vigente, por meio das experiências de diálogo sociedade-governos nas esferas públicas e nos espaços de participação, assim como definir coletivamente estratégias e encaminhamentos políticos para ampliar a participação popular, que implique a ampliação do controle social e a radicalização da democracia nos espaços públicos. 

De acordo com o diretor de relações institucionais da Abong e membro do Colegiado de Gestão do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), José Antônio Moroni, o seminário está organizado em três grandes blocos: no primeiro, serão avaliados os significados da participação e dos processos democráticos. "E quando falamos de democracia, não estamos falando da democracia formal - que é o país ter vida partidária, processos de eleição, governantes eleitos via processos eleitorais: falamos da democracia em um sentido mais amplo, do reconhecimento dos diferentes sujeitos políticos", salienta. 

O segundo painel terá uma avaliação das estratégias que a sociedade civil - do campo dos movimentos sociais, ONGs, Fóruns e Redes - criou para ampliar os processos democráticos e, conseqüentemente, ampliar os espaços públicos. "Para isto, os conselhos e as conferências foram a principal estratégia. São mecanismos que criamos dentro do Estado para democratizá-lo, logo, para ampliar o espaço público", conta Moroni. "Avaliaremos esta estratégia e, nesta avaliação, pensaremos novas estratégias para o seu fortalecimento".

Após esses complexos debates, em um terceiro e último bloco, serão pensadas novas estratégias que ampliem o espaço público, portanto, os processos participativos e os processos democráticos. "Assim como no final da década de 1980 pensamos a estratégia dos conselhos, das conferências, das políticas públicas, agora, temos de pensar novas estratégias".

 

Quem organiza o Seminário

Abong, AMB, AMNB, ASA, Ceaal-Brasil, Centrac, Cese, Etapas, Faor, Fase, FBO, Fboms, FES, FNPP, GTA, Ibase, Inesc, Inter-Redes, Observatório da Cidadania, PAD e Pólis.

lerler
  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca