ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Fórum Social Mundial
informes - ABONG

3254/10/2005 a 10/10/2005

ABONG debate racismo e desenvolvimento institucional

Com o objetivo de ampliar o debate sobre a promoção da igualdade racial, o Programa de Desenvolvimento Institucional da Abong Nacional promoveu, nos dias 28 e 29 de setembro, em São Paulo, a Oficina Racismo e desenvolvimento institucional. O encontro foi coordenado pela diretora de desenvolvimento institucional da Associação, Taciana Gouveia, e por Mônica Oliveira, diretora do Regional Abong Nordeste 1.

Estiveram presentes representações da diretoria executiva e de todas as oito diretorias regionais Abong, bem como mais de 20 representantes de associadas de vários pontos do país - tanto de ONGs do movimento negro e de mulheres negras quanto mistas -, do escritório nacional e de Brasília.

Em sua Assembléia Geral, ocorrida em setembro de 2003, a Abong definiu o combate ao racismo como um dos eixos principais do seu plano trienal. Nesse sentido, tem realizado, apoiado e integrado várias ações, entre elas: divulgação de iniciativas e articulações de suas associadas e do movimento negro; fazer parte de debates; com sua atuação no Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR) - representada por Mônica e pelo diretor geral da Associação, Jorge Eduardo Durão -, participou ativamente da 1a Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, ocorrida no período de 30 de junho a 2 de julho de 2005 em Brasília, para a qual colaborou com o Caderno Abong nº 32, com textos de especialistas no tema; apóia e participa da organização da Marcha Zumbi + 10, que acontecerá em 16 de novembro.

Por isso, discutir a promoção da igualdade racial com o conjunto representativo da Abong foi considerado de suma importância para possibilitar a ampliação de enfrentamento do tema com outras organizações e, também, com outros grupos da sociedade. E desenvolvimento Institucional, como ressaltou Taciana, é compreendido como uma dinâmica de dentro e para fora das instituições. "Queremos construir um processo de reflexão, trabalhando no plano da resolução de conflitos e de construção do conhecimento."

Racismo e cotidiano, o conceito de racismo, racismo institucional foram os temas centrais da oficina, analisados por meio de textos de apoio, trabalhos em grupos e debates entre todas as pessoas participantes. "A tarefa das pessoas brancas é principalmente levar a discussão para o seu próprio meio, entendendo que o racismo não é um problema das pessoas negras, mas de toda a sociedade brasileira", salientou Mônica na abertura do encontro.

Conheça ações e artigos sobre o tema no site da Abong - box Igualdade Racial.

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca