ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Petrobras
  • REDES

    • FIP
informes - ABONG

30931/05/2005 a 6/06/2005

CEDAPS lança Rede de Comunidades Saudáveis

Uma nova proposta entrou em ação no dia 10 de maio: por uma iniciativa do Centro de Promoção da Saúde (Cedaps/RJ), em conjunto com 60 grupos e associações comunitárias do Rio de Janeiro, consolidou-se a Rede de Comunidades Saudáveis do Estado do Rio de Janeiro, um movimento para fortalecer os esforços realizados pelas comunidades em produzir saúde em seus territórios. 

Como entidade geradora da Rede, o Cedaps tem o compromisso de consolidar e fortalecer este movimento, canalizando seus recursos, projetos e parcerias institucionais, capacitando para o desenvolvimento de ações locais e integradas, fortalecendo para a negociação com o poder público e o setor privado e ampliando a visibilidade do trabalho e das causas do movimento popular organizado. 

Para isso, o Centro conta com intensas experiências e trajetória. Como relata a coordenadora geral do Cedaps, Wanda Lúcio Branco Guimarães, desde a sua criação em 1993, a ONG trabalha com base em pressupostos e estratégias do campo da promoção da saúde, incorporando definitivamente esta perspectiva em sua cultura institucional. Em 1999, estrutura-se a Rede de Comunidades na Luta contra a Aids, implementam-se projetos e desenvolvem-se estratégias comunitárias de prevenção. Em 2003, inicia a consolidação de uma Rede Comunitária de Jovens, marcada pela atuação direta de jovens com menos de 18 anos na criação e realização de projetos sociais em suas comunidades. "Constatamos, com isso, que as comunidades com que trabalhamos podem ser consideradas saudáveis na medida em que trabalham diariamente para "produzir" saúde nos locais em que vivem". 

Nesse sentido, a proposta é potencializar e sistematizar as ações já desenvolvidas numa perspectiva mais integrada e intersetorial. Em curto prazo, haverá um processo de capacitação do conjunto de comunidades participantes da Rede, na perspectiva da promoção da saúde e do movimento de cidades/comunidades saudáveis. Em médio prazo, haverá a formatação de Planos Locais de Ação, voltados para cada território/comunidade, uma proposta de integração regional ou por áreas. "Em longo prazo, estaremos efetivamente contribuindo para a promoção da saúde nas comunidades componentes da Rede e alterando as condições de vida e saúde de sua população. Uma série de indicadores participativos será construída em todo o processo de trabalho, para fins de monitoramento e avaliação do percurso."

A construção desse planejamento, conforme a coordenadora do Cedaps, está sendo feita com integrantes da Rede de Comunidades Saudáveis - lideranças representativas e entidades da sociedade civil. "A Rede quer a utopia de uma cidade integrada, eqüitativa e saudável." www.cedaps.org.br.


Comunidades Saudáveis

Como divulgado no site do Cedaps, a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que uma comunidade saudável é aquela que está continuamente criando e melhorando o ambiente físico e social, bem como fortalecendo os recursos comunitários para que pessoas desenvolvam seu potencial e melhorem sua qualidade de vida.

lerler
  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca