ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Beyond
informes - ABONG

30526/04/2005 a 2/05/2005

Escola de Planejamento Urbano e Pesquisa Popular

Criada em 1994, a Escola de Planejamento Urbano e Pesquisa Popular (EPUPP) da ONG Cearah Periferia (Fortaleza/CE) tem atuado na perspectiva de formar lideranças populares para serem pesquisadores e pesquisadoras populares, capazes de intervir propositivamente no planejamento da cidade e nos diversos espaços de interlocução e negociação das políticas públicas. O processo de capacitação adotado pela Escola pauta-se na troca e na construção de saberes, por meio de conhecimentos entre moradores/as de diversos setores, com facilitação de professores/as, acadêmicos/as e profissionais de organizações sem fins lucrativos.

 

Com base nos conteúdos desenvolvidos, os/as alunos/as aprendem também a vivenciar, na prática, projetos de autogestão dentro de suas comunidades. Além disso, recebem por parte da EPUPP assessoria na elaboração de planos e projetos para suas organizações comunitárias, por meio de apoio técnico e metodologias participativas.

Cerca de 900 lideranças populares passaram pelos cursos de formação e ajudaram a fortalecer a participação dos movimentos populares no diálogo com o poder público e outros atores sociais.  Hoje, os/as pesquisadores/as têm assentos em diversos conselhos e inserção em diversos canais de interlocução em políticas públicas. Percebe-se que a Escola contribuiu estrategicamente para socializar de forma prática e acessível os conteúdos e instrumentos de planejamento urbano, desmitificando a idéia de que o ato de planejar das cidades estaria restrito apenas a profissionais das áreas urbanísticas.

Para consolidar a continuidade da formação de lideranças formadas pela EPUPP e a multiplicação dos conhecimentos junto às suas comunidades, foi criado o curso de Multiplicadores/as do saber para a cidadania, que inclui, além das aulas e vivências práticas de difusão do conhecimento adquirido nas comunidades. Já o curso Formação política para as mulheres visa a qualificar a inserção das mulheres nas decisões da cidade, já que elas estão em maioria no movimento popular e têm participado ativamente dos diversos conselhos municipais e estaduais.

Desse modo, a Escola abre as portas do conhecimento àqueles/as que não têm acesso aos mecanismos formais como escolas e universidades. Com esse poder nas mãos, as lideranças acreditam no seu potencial político e valorizam os saberes práticos e teóricos. A cidadania é vista como um exercício de direitos e deveres, com co-responsabilidade política, econômica e social. (Por Taís Loureiro).

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca