ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Petrobras
  • REDES

    • Action2015
informes - ABONG

2603/02/2004 a 9/02/2004

Anunciadas as vencedoras do Prêmio Bertha Lutz

Conforme a Agência Senado, foram definidas, em 2 de fevereiro, pelo Conselho da Mulher-Cidadã do Senado Federal, presidido pela senadora Serys Slhessarenko(PT-MT), as cinco vencedoras do diploma Mulher-Cidadã Bertha Lutz 2004. Em sua terceira edição, o prêmio é concedido a pessoas que se destaquem na defesa dos direitos femininos e na discussão das questões de gênero. Integram o conselho que concede o diploma os(as) senadores(as) Papaléo Paes (PMDB-AP), Roseana Sarney (PFL-MA) - indicada para receber o prêmio, mas abriu mão por fazer parte do conselho -, Serys Slhessarenko (PT-MT), Lúcia Vânia (PSDB-GO), Augusto Botelho (PDT-RR), Sérgio Zambiasi (PTB-RS), Geraldo Mesquita Júnior (PSB-AC), Magno Malta (PL-ES) e Patrícia Saboya (PPS-CE).

As vencedoras, anunciadas pela senadora Serys, são: Eva Sopher, presidente da Fundação Theatro São Pedro, de Porto Alegre (RS); Maria Gleyde Martins Costa, do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher, de Roraima; Mônica Maria de Paula Barroso, que trabalha como defensora pública em Fortaleza (CE); Maria Aparecida Schumaher, do Movimento de Defesa dos Direitos da Mulher, no Rio de Janeiro, e Zuleika Alambert, feminista, escritora, conferencista e política com atuação em Santos (SP).

Este ano, apenas a Região Centro-Oeste não contou com representante entre as escolhidas. É praxe premiar uma vencedora por Região geográfica do País, mas os senadores presentes decidiram desta vez respeitar a ordem dos nomes mais votados, independentemente da região a que pertencessem. O senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS) destacou que o Centro-Oeste está representado na premiação, uma vez que a presidência do conselho é ocupada pela senadora Serys. As ganhadoras receberão o diploma em sessão solene do Senado Federal no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. A maioria do Conselho apontou a dificuldade de ter que escolher apenas cinco nomes entre 45 currículos. De acordo com Serys, os currículos estavam em pé de igualdade.
www.senado.gov.br/agencia/noticias/2004/2/not036.asp.

 


2004 será o Ano da Mulher

Em 9 outubro de 2003, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou a Lei 10.745, que institui o ano de 2004 como o Ano da Mulher. De acordo com a nova lei, o "Poder Público promoverá a divulgação e a comemoração do Ano da Mulher mediante programas e atividades, com envolvimento da sociedade civil, visando estabelecer condições de igualdade e justiça na inserção da mulher na sociedade." Neste ano, a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SEPM) realizará a primeira Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres.

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca