ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • CIVICUS
  • REDES

    • MCCE
informes - ABONG

25920/01/2004 a 26/01/2004

ABTH comemora sucesso do Menina Mãe

Em dezembro de 2003, a Associação Brasileira Terra dos Homens (ABTH) concluiu as atividades de um dos seus projetos considerados muito gratificantes: o Menina Mãe, um um projeto-piloto que interveio na questão da gravidez na adolescência. De dezembro de 2002 a novembro de 2003, o Menina Mãe atendeu a dez adolescentes de 14 a 17 anos, da comunidade de Nova Divinéia, no Andaraí, Rio de Janeiro, que passavam por sua primeira gravidez. E o sucesso comprovado do projeto fez com que o convênio junto à Prefeitura já esteja em processo de renovação por mais um ano. Já estão previstas para o Menina Mãe, em 2004, mais duas novas frentes nas comunidades de Caminho do Lúcio, em Bangu, e São Carlos, no Estácio, ambas no Rio de Janeiro. 

A supervisora dos projetos de ação direta da ABTH, Marcy Gomes, esclarece que o Menina Mãe é um projeto que leva em conta não só a prevenção de uma segunda gravidez não-planejada, mas o fortalecimento das famílias dessas adolescentes gestantes e do não abandono dos recém-nascidos. "O projeto afina-se com nossa missão, que visa promover e garantir o direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes em situação de risco".

As participantes foram selecionadas por meio de entrevistas e visitas domiciliares, realizadas por um psicólogo e uma assistente social, da equipe da ABTH. Era preciso que as adolescentes fossem residentes na comunidade, estivessem grávidas pela primeira vez e freqüentassem a escola. Além disso, elas deveriam assumir o compromisso de participar das atividades do projeto juntamente com seus familiares e os companheiros/maridos.

O psicólogo da ABTH e da equipe do projeto, Jorge Nascimento, considera que por ser um projeto-piloto num universo reduzido (10 adolescentes), os resultados são mais qualitativos do que quantitativos. "A possibilidade de iniciar um diálogo franco com as adolescentes sobre a gravidez trouxe ganhos pessoais importantes para aquelas meninas. Os conhecimentos adquiridos abriram novas perspectivas em suas vidas", frisa. 

A ABTH trabalhou com as jovens questões como as relações intrafamiliares e com a comunidade, bem como as que envolvem a chegada de um novo membro na família: a responsabilidade dos pais, a valorização da maternidade, a importância do registro do filho pelo pai, a importância de ter uma rede de apoio sociofamiliar. "Ao final do projeto, foi interessante notar o desejo das adolescentes em traçar metas para sua vida (planos para o futuro), como estudar, fazer cursos profissionalizantes e trabalhar", ressaltou Nascimento. Outro resultado significativo foi visto na preocupação das adolescentes em não ter uma segunda gravidez não-planejada, demonstrando mais aceitabilidade com relação aos métodos contraceptivos.


www.terradoshomens.org.br

lerler
  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca