ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Plataforma MROSC
informes - ABONG

23015/05/2003 a 21/05/2003

CEDECA/Proame lanã campanha contra a violência doméstica

Em 16 de maio, terá início a mais ampla campanha de combate à violência doméstica contra crianças e adolescentes no município de São Leopoldo/RS. A iniciativa é do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Bertholdo Weber, da ONG Programa de Apoio a Meninos e Meninas (Cedeca/Proame) e faz parte do seu projeto Travessia - A escola como ponto de partida. A data foi escolhida em referência aos dias Estadual e Nacional de Luta Contra o Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil (17 e 18 de maio, respectivamente). 

Conforme a coordenadora do Travessia e psicóloga do Cedeca, Beatriz Camargo dos Santos, este projeto alinha-se às diretrizes estabelecidas pelo Plano Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual Infanto-juvenil, e tem como objetivo a prevenção e a identificação precoce de situações de violência doméstica, com ênfase no abuso sexual de crianças e adolescentes, para oferecer proteção às vítimas.. O Travessia teve início em agosto de 2002, por meio de uma parceria com o Instituto WCF Brasil e Fundação Luterana de Diaconia (FLD), e será executado no período de um ano, junto às escolas do município. "As ações sistemáticas nas escolas, consistem em curso para professores, como multiplicadores de conhecimentos e ações, oficinas de arte-comunicação com alunos adolescentes e encontros com os pais", detalhou.

Com a campanha, todos os professores e 49 mil estudantes das escolas leopoldenses, da rede pública e privada, receberão folders e cartazes. Anúncios institucionais sobre o tema também serão veiculados na mídia impressa para o público geral. As peças publicitárias foram produzidas pela Agência de Comunicação da Feevale, instituição apoiadora. "A escola foi escolhida como espaço preferencial para a execução deste projeto, pois É um espaço privilegiado para a prevenção e a identificação da violência, desde os seus primeiros sinais de alerta: toda criança passa pela escola e, lá, ela estabelece importantes vínculos afetivos", analisou Beatriz.

Somente no primeiro trimestre deste ano, o Cedeca já atendeu 15 vítimas de violência doméstica - sete meninas e quatro meninos, o que representa apenas uma pequena parcela do problema, já que muitas situações não são encaminhadas ao Centro.Todos casos de abuso sexual são cometidos, em sua maioria, por parentes próximos. O Cedeca trabalha com a possibilidade de ampliar a abrangência do projeto para atuação em âmbito estadual e também propõe um modelo de capacitação de conselheiros tutelares e ONGs.


O que é a violência doméstica?

O Cedeca/Proame explica de forma simples este grave problema: é a violência que ocorre no âmbito doméstico, no qual a criança sofre a ação de pessoa próxima de suas relações. Ela pode ser física, sexual e psicológica. Pesquisa realizada pelo Cedeca Bertholdo Weber, em 1998, indicou que ela é predominante: 87% dos agressores identificados eram parentes ou conhecidos da criança.
cedecaproame@zaz.com.br

lerler
  • PROJETOS

    • Agenda 2030

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca