ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • Plebiscito Constituinte
informes - ABONG

22213/03/2003 a 19/03/2003

Fórum Social das Águas

Neste Ano Internacional da Água Doce, a cidade de Cotia (São Paulo), no período de 16 a 23 de março, será a sede de um importante evento: o Fórum Social das Águas. A iniciativa partiu do Movimento Grito das Águas, uma rede de ONGs - mais de 60 - e INGs (organizações e indivíduos não- governamentais), dedicada à mobilização comunitária em defesa da preservação das águas e das espécies que delas dependem, das reservas de águas internacionais em ambientes lagunares, marinhos, costeiros e de água doce. A necessidade da realização de um Fórum de caráter nacional, com participação da International Global Water Coalizion (IGWC), surgiu no Fórum da Região do Lago de Furnas, ocorrido em 2002 (Alfenas MG). A IGWC reúne entidades de 12 países na defesa da água como bem público.

Este evento é paralelo ao III Fórum Mundial da Água, que acontece em Kyoto, Japão, no mesmo período - e que está sendo chamado por muitos de "Davos das Águas". O I Fórum Mundial da Água ocorreu em 1997, em Marrakesh, e o II FMA foi realizado em Haia, em 2000, organizados por governantes e grandes empresários do setor. Conforme Gilberto Marcelino, coordenador do Instituto Vis Viva de Fomento Socioambiental - organização que atua em São Paulo e que faz parte da Coordenação Executiva do Fórum -, sua principal resolução diz respeito à governabilidade eficaz da água, ou seja, "colocar a gestão da água sob o controle das grandes corporações". Segundo o Banco Mundial, as transnacionais da água movimentam mais de R$ 3,5 trilhões por ano, sendo que 70% deste mercado é controlado pelas gigantes francesas Suez e Vivandi.

O Fórum Social das Águas é coordenado nacionalmente por uma Secretaria Executiva, composta por representantes de ONGs de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina. Marcelino relata que os Fóruns Sociais das Águas, que ocorrem neste ano, têm como principal objetivo fazer um contraponto com o Fórum de Kyoto na luta contra a privatização do sistema e a mercantilização da água, por uma gestão democrática dos recursos hídricos e o acesso de todas as pessoas à água de boa qualidade (a água como um direito humano). "Durante o FMA em Kyoto, ambientalistas de todo o mundo se reunirão para protestar contra a privatização, além de links que faremos entre os Fóruns Sociais continentais e Fórum de Kyoto", frisa.

Em 2002, aconteceram Fóruns Regionais em Joinville-SC, Rio Iguaçu/PR e Carapicuíba-SP. "No Fórum Social Mundial de Porto Alegre, mais de 200 organizações de várias partes do globo, que lutam em defesa das águas, decidiram pela realização de Fóruns Sociais das Águas continentais, paralelos ao IV Fórum Social Mundial, que acorrerá em 2004, na Índia", informa Marcelino.

visviva@bol.com.br
gritodasaguas@aol.com
www.socialworldwaterforum.org
www.biodiversidadeglobal.org

lerler
  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca