ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • Fórum Social Mundial
informes - ABONG

21613/01/2003 a 22/01/2003

Presidente da ABONG integrará o CDES de Lula

A proposta de formação de um Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, com o objetivo de se debater um possível "pacto social", está consolidada. E Sérgio Haddad, presidente da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong), é um dos membros convidados a integrar este Conselho. Haddad foi uma das representações chamadas a participar das três reuniões que o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, convocou durante sua campanha eleitoral, com o objetivo de debater a possível formação desta instância, temas de conjuntura e a formulação de um pacto social. 

O CDES fará parte da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social Urbano, para a qual Tarso Genro (PT/RS) foi nomeado secretário-executivo. Este órgão do governo federal está encarregado de discutir, entre outros e como primeiro tema, a polêmica reforma previdenciária.

O Conselho será integrado por 82 representantes de diversos campos da sociedade civil e 11 representantes do governo. Até 14 de janeiro, foram anunciados 42 nomes (ver box). O ministro da Previdência, Ricardo Berzoini não integra formalmente o Conselho.

A instalação do CDES está prevista para o final de janeiro e sua primeira reunião deverá ocorrer na primeira quinzena de fevereiro. Os encontros serão bimestrais. Com isto, o governo Lula pretende construir uma reforma que atenda da melhor forma possível as necessidades da sociedade brasileira sem substituir, no entanto, o trabalho legislativo.

Para Haddad, o CDES ainda está em uma fase de definição quanto à sua natureza e representa um mecanismo, entre vários, de consulta e participação da sociedade civil. " Temos defendido a inclusão do termo sustentável no nome do Conselho, e a Abong procurará levar a visão do trabalho das ONGs, considerando o papel político da sociedade civil, com sua diversidade e pluralidade."


Conheça alguns nomes do CDES

Governo:
Luiz Inácio Lula da Silva (presidente);Tarso Genro (secretário-executivo do CDES); os ministros José Dirceu (Casa Civil); Luiz Gushiken (Secretaria de Comunicação); Luiz Dulci (Secretaria Geral da Presidência); Jorge Félix (Gabinete de Segurança Institucional); Antônio Palocci Filho (Fazenda); Guido Mantega (Planejamento); Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento); Benedita da Silva (Assistência e Promoção Social); e Jacques Wagner (Trabalho).

Representações do mundo do trabalho:
João Felício (CUT); Jussara Dutra (CNTE); Paulo Pereira da Silva (Força Sindical); João Vaccari (Sindicato dos Bancários/SP); Jorge Nazareno (Sind.Metalúrgicos/Osasco); Luiz Marinho (Sind.Metalúrgicos/ABC).

Personalidades e representações de organizações da sociedade civil:
Eros Grau (advogado); Delfim Netto (economista); Drauzio Varella (médico); Tostão (ex-jogador de futebol); Sérgio Haddad (Abong); D. Tomás Balduíno (Comissão Pastoral da Terra); Roberto Baggio (MST); Felipe Silva (UNE); Viviane Senna (Instituto Ayrton Senna). 

Representações empresariais:
Horácio Lafer Piva (Fiesp); Fernando Moreira Salles (Cia. Brás. de Metalurgia e Mineração); Abílio Diniz (Grupo Pão de Açúcar); Armando Monteiro Neto (Confederação Nacional da Indústria); Benjamin Steinbruch (Cia. Siderúrgica Nacional).

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca