ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Fundação Ford
  • REDES

    • Beyond
informes - ABONG

20610/10/2002 a 16/10/2002

Prêmio Cláudia 2002: coordenadora da SSL está entre as finalistas

Desde 1996, a revista Claudia, considerada uma das publicações femininas de maior abrangência da América Latina (3,2 milhões de leitoras), realiza anualmente o Prêmio Claudia, para promover o reconhecimento do trabalho de mulheres "que fazem a diferença" na vida do Brasil. A cada ano são selecionadas 15 concorrentes e, destas, cinco vencedoras, sendo que uma será eleita a Mulher do Ano. Em sua sétima edição, Marina Machado, coordenadora-executiva da Associação Saúde Sem Limites (SSL), está entre as 15 finalistas - das mais de 800 concorrentes inscritas -, com sua trajetória ilustrada no livro de apresentação das classificadas de 2002. A indicação do seu nome foi feita pela jornalista Nilda Rodrigues, que já atuou na SSL.

Enfermeira e hoje mestranda em Epidemiologia (Unifesp), Marina iniciou seu trabalho na área da Saúde em 1989, no Parque Indígena Xingu (MT), como funcionária da Escola Paulista de Medicina - onde fez sua gradução. Como únicas profissionais de saúde da região, ela e uma colega ficaram responsáveis por 20 comunidades e cerca de 2 mil índios. Porém, a companheira de trabalho desistiu dois meses depois. Marina continuou sozinha o trabalho e permaneceu no Parque até 1996. Em junho desse ano, resolveu que estava na hora de conhecer e colaborar com outros grupos indígenas: foi o início do seu trabalho no SSL, associação dedicada a prestar assistência médico-odontológica e a capacitar agentes de saúde em áreas de difícil acesso, entre outras de suas ações.

Marina acredita que sua participação no Prêmio Claudia propiciará a divulgação do trabalho da SSL e contribuirá "para a sensibilização de agências de cooperação internacional, do governo brasileiro e do público em geral sobre a questão da saúde das Populações Indígenas e Tradicionais (PITs), evidenciando o quanto estão excluídas do acesso a este direito, assegurado na Constituição Brasileira. Esta premiação também pode sensibilizar profissionais para o engajamento em atividades dessa natureza, que muitas vezes não têm informação de como ingressar nesse campo de trabalho."


SSL: (11) 5539-3803
www.saudesemlimites.org.br
sslim@uol.com.br

lerler
  • PROJETOS

    • Observatório da Sociedade Civil

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca