ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • Beyond
informes - ABONG

2053/10/2002 a 9/10/2002

Crianças afetadas pela violência armada no Rio de Janeiro

Se o conflito armado entre Israel e Palestina matou 467 crianças e jovens, entre dezembro de 1987 e novembro de 2001, nesse mesmo período, 3.937 morreram por ferimentos à bala na cidade do Rio de Janeiro. Este é um dos dados da Pesquisa Crianças Combatentes em Violência Armada Organizada: um estudo de crianças e adolescentes envolvidos em disputas territoriais das facções de drogas do Rio de Janeiro, realizada pelo Instituto de Estudos da Religião - ISER, com o apoio do Viva Rio, e coordenada pelo antropólogo Luke Dowdney. Conforme o ISER, a pesquisa retrata e analisa o envolvimento de jovens, com menos de 18 anos de idade, no comércio de drogas e com o uso de armas leves e pequenas, revelando as formas com que começam a atuar na disputa pelos pontos de vendas de entorpecentes e a usar armas como pistolas e fuzis, na capital e na Região Metropolitana do Rio.

 

O objetivo do trabalho é buscar uma melhor definição do contexto onde os jovens estão atuando, a fim de encontrar soluções para o problema. O estudo procura apontar, também, as razões socioeconômicas que levam esses jovens a ingressar no mundo do crime. As análises foram feitas com base em dados oficiais, fornecidos pelo governo brasileiro, e em entrevistas realizadas com jovens, residentes de comunidades pobres, médicos, policiais, traficantes, e ex-traficantes em 18 comunidades. Uma das questões do trabalho trata sobre como definir a participação dos jovens com a violência urbana.


A íntegra da pesquisa está disponível no site www.desarme.org

lerler
  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca