ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • CIVICUS
  • REDES

    • Beyond
informes - ABONG

13724/05/2001 a 30/05/2001

Notas

CPI das ONGs

Impedir o desenvolvimento econômico do Brasil, mantendo o poder político e econômico da oligarquia internacional no país. Esse seria o objetivo das ONGs segundo o jornalista mexicano Lorenzo Carrasco, primeiro a depor na CPI do Senado, no último dia 22. Veja a matéria completa no site da Abong: www.abong.org.br


Prevenção à AIDS pelo rádio

Até o dia 26, representantes de ONGs e comunicadoras radiofônicas estarão participando do laboratório de capacitação "Pensando a Prevenção a partir do Rádio". O objetivo do encontro, promovido pelo Centro de Projetos da Mulher do Cemina, é discutir a melhor forma de sensibilizar o público feminino sobre as questões referentes a aids. Com isso, o Cemina, que produz o programa de rádio Fala Mulher há mais de dez anos no ar, pretende estreitar ainda mais as relações entre mulheres de ONGs que desenvolvem o tema e a Rede de Mulheres no Rádio (que reúne comunicadoras radiofônicas de todo o país).


O laboratório de capacitação visa aprimorar os conteúdos e formas de abordagem de programas e campanhas de rádio. Além de atividades práticas, o laboratório conta com a produção de campanhas para o rádio e ainda discussões de como o tema Mulher e AIDS é tratado pela mídia. Para saber mais sobre a Rede de Mulheres no Rádio, visite o site do Cemina.


Cemina - tel. (21) 262-1704 www.cemina.org.br


Dicionário de mulheres

O Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense (FMAP) lança hoje, dia 24, às 18h, o Dicionário Mulheres do Brasil,- de 1500 até a atualidade. A obra, organizada por Érico Vital Brazil e Schuma Schumaher, é uma biografia ilustrada e tem como finalidade destacar a atuação da mulher no processo de formação da civilização brasileira. A publicação faz parte do Projeto Mulher - 500 anos atrás dos panos, de iniciativa do FMAP.


Fase/PA - andreia@fase-pa.org.br


Jogos de integração

Entre os dias 28 e 1o. de junho, o Unipop realiza a oficina de Jogo de Integração de Grupo. A oficina oferece vivência de expressão, comunicação e criação voltadas para o trabalho em grupo. Entre os objetivos, está o desenvolvimento potencial criativo do educadores.


Unipop - (91) 224-9074

 

Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher

Debater ações em prol da redução da mortalidade materna no Brasil é um dos objetivos do Seminário "Saúde ou Morte Materna? O desperdício de vidas e a discussão sobre leis", uma das atividades programadas em torno do dia 28 de maio, Dia Internacional de Ação pela Saúde da Mulher. Organizado pela Rede Nacional Feminista de Saúde e Direitos Reprodutivos (RedeSaúde), com o apoio do Cfemea, o seminário acontece no dia 30 de maio, na sala Espaço Cultural da Câmara dos Deputados, em Brasília, das 9h30 às 18h.

O Seminário irá discutir a grave situação da mortalidade materna no Brasil e a importância dos instrumentos de controle social nesta área. Essa atividade coincide com o momento em que a Comissão Parlamentar de Inquérito sobre Mortalidade Materna da Câmara dos Deputados está elaborando seu relatório final. Dessa forma, a RedeSaúde busca, mais uma vez, contribuir para o debate das principais questões apontadas por essa CPI, bem como para o enfrentamento do problema da morte materna no país.

Além do seminário, oficinas de capacitação, debates, fóruns e mesas redondas estarão acontecendo em todo o país etc com o objetivo de sensibilizar grupos de mulheres de base sobre o exercício da cidadania em saúde. 

No Folheto Mortalidade Materna, a RedeSaúde traz subsídios para o debate e propostas de ação. O Brasil apresenta uma taxa de mortalidade materna de cerca de 110 mortes por cem mil nascidos vivos, valor próximo ao das nações mais pobres da América Latina. Para se ter uma idéia, em países como Chile e Uruguai, que têm situações socioeconômicas semelhantes às do Brasil, essa taxa é de 40 mortes maternas por cem mil nascidos vivos. Calcula-se que cerca de 5 mil mortes maternas por ano podem ser evitadas no Brasil.

A Sempreviva Organização Feminista (SOF) elaborou um amplo documento de discussão sobre os direitos das mulheres à saúde, que pode ser acessado no site da entidade. Além de discutir a mortalidade materna, o documento trata também do crescimento da aids entre as mulheres, o que denuncia também a ausência do exercício de direito da sexualidade em igualdade de condições com os homens. 
Rede Saúde - www.redesaude.org.br Tel.(11) 3813-9767


SOF - www.sof.org.br (11) 3819-3876

lerler
  • PROJETOS

    • Agenda 2030

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca