ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Petrobras
  • REDES

    • Plebiscito Constituinte
informes - ABONG

1268/03/2001 a 14/03/2001

Notas

 

Seminário sobre as OSCIP

Entre 12 e 16 de março poderão ser feitas as inscrições para o Seminário "Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) - A Lei 9.790 como alternativa para o terceiro setor", que acontecerá nos dias 22 e 23 de março, na Câmara Municipal de São Paulo. Destinado a dirigentes de ONGs cadastradas nas secretarias de Saúde e de Assistência Social, o seminário tem como objetivo informar e orientar as instituições de serviços filantrópicos municipais sobre os requesitos/vantagens da transformação da entidade em OSCIP. Além da Abong, participam da organização do seminário a prefeitura de São Paulo, o Fórum de ONG/Aids do Estado de São Paulo, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Associação Saúde da Família (ASF). As inscrições podem ser feitas pelo telefone 5574-6211 r.195 (das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas). Cada instituição tem direito a apenas um representante.


Xote das ONGs

O Caatinga - Centro de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não Governamentais Alternativas - divulga o lançamento do CD Tem Batom & Tem Mulher, realizado pela banda Shock, de Ouricuri (PE), uma de suas entidades associadas. A faixa 09 do CD traz uma divertida homenagem às ONGs, o "Xote das ONGs", formadas "por uma gente bem porreta que não cansa de lutar (...) pra que toda humanidade possa, em paz, poder ficar". Metade da renda obtida com a venda do disco, que custa R$ 10,00, é doada para o Caatinga, uma das associadas da Abong, e será aplicada em projetos de auxílio ao desenvolvimento da agricultura familiar no semi-árido brasileiro.


Caatinga - (81) 3874-1258 / 3874-1567 E-mail: caatinga@telesof.com.br


Parceria com empresas

O Programa de Apoio a Meninos e Meninas de Rua (Proame) lançou um programa de parceria com empresários de São Leopoldo e região. O principal objetivo é estabelecer ações conjuntas que beneficiem crianças e adolescentes em situação de risco. Em 1999, o Projeto de Volta pra Casa, iniciado em 1996, foi consagrado pelo prêmio ITAU-Unicef. Os resultados do projeto demonstram sua viabilidade e eficácia: 80% dos atendidos foram aprovados, 92% permaneceram na escola até o fim do ano letivo e 100% abandonaram a atividade de rua. O desafio agora é buscar o financiamento das ações da Proame através de parcerias que possam se concretizar em diversas formas. Para isso, foi elaborado material de divulgação que detalha os diversos projetos da entidade.


Proame - (51) 592-4553. E-mail: secretproame@zaz.com.br


Protesto contra a OMC

O Fórum de ONGs/Aids do Estado de São Paulo realizou na última segunda-feira, dia 05, um ato público contra o governo americano e a favor da fabricação de medicamentos genéricos no Brasil. A manifestação reuniu cerca de 60 pessoas em frente ao Consulado Americano, vestindo fantasias de demônio, carregando caixões e cartazes. Na ocasião, foi entregue ao cônsul o documento intitulado "Interesses que matam", em que é exposta a posição das ONGs Aids em relação ao panel da OMC, que põe em risco programa de combate à Aids no Brasil. Segundo o presidente do Fórum, Rubens Oliveira Duda, o recado dado ao governo americano é a necessidade de "passar da ótica comercial para a ótica humanitária".
Fórum de ONGs/Aids (SP) - (11) 9800-9484

 

Eldorado dos Carajás

No último dia 06, o secretário-geral da Fian Internacional, Rolf Künnemann, enviou carta ao presidente Fernando Henrique Cardoso, ao Ministro da Justiça, José Gregori, e à presidente do Tribunal de Justiça do Pará, Climenié Bernadette de Araújo Pontes, solicitando que seja marcada o quanto antes uma nova data para o julgamento dos envolvidos no massacre de Eldorado dos Carajás, em que 19 trabalhadores rurais sem-terra foram assassinados pela polícia do Estado do Pará. No próximo dia 17 de abril, o massacre completa cinco anos.


Na carta, o secretário da Fian lembra que o primeiro júri, que absolveu os comandantes da operação, foi anulado em 2000 e até agora não foi marcada a data do novo júri. "Os acusados permanecem livres e impunes", o que "pode ser uma incitação a mais violência e assassinatos praticados por policiais e pistoleiros contra trabalhadores rurais".


FIAN - (65) 665-7524 E-mail: fian.br@zaz.com.br

lerler
  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca