ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • FIP
informes - ABONG

115novembro de 2000

Sociedade repudia perseguição do Governo Federal ao MST

O Fórum Nacional Pela Reforma Agrária e Justiça no Campo protocolou, no último dia 9, representação contra a Superintendência Regional do Incra/PR, junto ao Ministério Público Federal de Curitiba, para "apurar subsídios do Incra ao jornalista Josias de Souza, diretor da sucursal do jornal Folha de São Paulo em Brasília". Documentos expedidos pelo Incra do Paraná (veja os documentos em www.mst.org.br) comprovam que o Incra cedeu um carro oficial, pagando diárias ao motorista e o combustível, para levar Josias de Souza e o fotógrafo Alan Marques aos assentamentos do interior do Paraná.

O resultado desta expedição do jornalista resultou na matéria publicada na Folha de São Paulo, no dia 14 de maio último, intitulada "MST desvia dinheiro de Reforma Agrária". O MST afirma que a matéria "foi o mote para o desencadeamento de uma série de medidas repressivas ao MST por parte do Ministério do Desenvolvimento Agrário"


A Defesa

Os constantes ataques da mídia ao MST, e as repressões advindas das ações da polícia militar e do Governo Federal desencadeou numa série de ações nacionais e internacionais em defesa da atuação do MST no Brasil.

Entre as ações internacionais está o envio de mensagem com o conteúdo de uma carta escrita pelo professor de lingüística do Instituto de Tecnologia de Massachusetts - MIT, Noam Chomsky ao presidente Fernando Henrique Cardoso. Na carta Chomsky se diz "preocupado com a pressão que o MST está sofrendo por parte do governo por causa das contribuições voluntárias de seus membros". Chomsky afirma ainda que este tipo de contribuição é uma "prática comum adotada internacionalmente por sindicatos e muitas outras organizações".

A Federação Nacional dos Jornalistas - Fenaj, veio a público "protestar contra a campanha, orquestrada pelo Governo Federal, de satanização do MST, com o apoio de certos meios de comunicação social". Outras organizações sociais e pessoas físicas, entre elas Confederação Nacional das Associações de Serviços de Servidores do Incra, Central Única dos Trabalhadores, Central de Movimentos Populares, Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP, Dom Tomás Balduíno etc., se pronunciaram em nota repudiando a atitude do Governo Federal de recusar "em tempo hábil o indispensável crédito referente à safra de 2000/2001 às famílias assentadas e a pequenos agricultores".

De acordo com nota do MST, o modelo agrícola que o governo Fernando Henrique Cardoso busca implantar "é centrado no pressuposto neoliberal de que deve ocorrer uma seletividade dos produtores rurais, permanecendo no mercado apenas os que são capazes de enfrentar a concorrência internacional".

lerler
  • PROJETOS

    • Fórum Social Mundial

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca