ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Mesa de Articulación
informes - ABONG

47725/11/2010 a 14/12/2010

Começa o V Fórum Social Pan-Amazônico em Santarém, no Pará

Começou nesta quinta-feira (25) e vai até a próxima segunda-feira (29), em Santarém, no Pará, o V Fórum Social Pan-Amazônico (FSPA). O evento busca unir as resistências dos povos indígenas, comunidades tradicionais, ribeirinhos, quilombolas, extrativistas, camponeses e trabalhadores da cidade e do campo rumo à construção de uma Pan-Amazonia que pertença efetivamente aos seus povos.

 

O Fórum Social Pan-Amazônico é o resultado de diversos processos desencadeados no Fórum Social Mundial (FSM), articulando atualmente mais de 50 organizações e movimentos sociais do Brasil, Peru, Equador, Bolívia, Colômbia, Venezuela, República Cooperativa da Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Durante os próximos dias, estas organizações estarão reunidas para analisar e debater os grandes temas da região amazônica, propor caminhos para a superação dos graves problemas identificados e promover o desenvolvimento de ações conjuntas, locais e internacionais, dentro e fora do espaço Pan-Amazônico.

 

Eixos Temáticos

Os eixos temáticos deste ano são quatro:

1- Em defesa da mãe-terra e dos territórios: neste eixo são tratados temas como desmatamento,matrizes e soberania energética, mineração, mudanças climáticas; obras de infra-estrutura (PAC, IIRSA) rodovias, ferrovias, portos, sistemas de comunicação, Defesa da água e dos cursos d’agua, acesso à socio-biodiversidaade, consequências do modelo agro-exportador da vida das mulheres amazônicas, reforma agrária e urbana, demarcação, regularização e homologação das terras indígenas e quilombolas;

 

2- Poder para os povos Pan-Amazônicos: debates sobre construção dos estados plurinacionais e do Bem Viver; crítica às atuais formas de governo e o mandar obedecendo ao coletivo; enfrentamento aos pŕojetos imperialistas de dominação (bases militares, golpes de estado etc); autonomia e poder local; solidariedade entre os povos que sofrem as consequências do capitalismo; economia solidária e comunitária entre os povos amazônicos;

 

3- Direitos Humanos (Dhescas): contra a criminalização dos povos indígenas, movimentos sociais e seus líderes; fronteiras e migrações; contra o racismo; relações de gênero com igualdade e equidade em todas as temáticas: regularização territorial, grandes projetos, mudanças climáticas, mercantilização da vida, migração nacional e internacional/ tráfico de pessoas; Soberania e segurança alimentar;

 

4- Cultura, Comunicação e Educação Popular: diversidades culturais e diversidades de línguas; identidades indígenas e dos povos da selva; mídias livres e alternativas; educação multilíngue e pedagogia da alternância.

 

Para saber mais sobre o FSPA e sua carta de princípios, acesse o site do fórum. As discussões e documentos produzidos durante o fórum estarão no próximo Informes ABONG e em nosso site.

lerler
  • PROJETOS

    • Agenda 2030

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca