ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • ALOP
informes - ABONG

92junho de 2000

Por um mundo livre de transgênicos

Os impactos dos alimentos geneticamente modificados vêm preocupando a sociedade civil mundialmente organizada, pois relaciona questões ambientais, trabalhistas, de saúde pública, do modelo agrícola e do padrão alimentar e do futuro econômico e social da humanidade.


Tanto que no último dia 31 de maio, representantes de ONGs nacionais e internacionais, políticos brasileiros e estrangeiros e movimentos sociais, estavam reunidos no Rio de Janeiro, participando do evento internacional: Alimentos Transgênicos - Aliança Internacional pela Moratória, promovido pela Fundação Henrich Böll e pela Campanha Por um Brasil Livre de Transgênicos.

Foram discutidos os temas: Consumidor - Meio Ambiente - Transgênicos: Proteção ao Consumidor - Riscos para o Meio Ambiente e Agricultura - Segurança Alimentar - O Mito da Segunda Revolução Verde.

Alberto Broch, diretor da Agência Contag, esteve presente no encontro e afirmou que "é importante a declaração imediata da moratória para que haja tempo desse debate surgir no seio da sociedade", já que ainda não existe uma opinião formada sobre o assunto entre a população envolvida na produção e no consumo desses alimentos, e todos aqueles que sofrerão dos impactos de alto risco que eles possam causar a saúde humana e ao patrimônio coletivo do meio ambiente.

Em nota a Fundação Henrich Böll informa que o encontro visou a troca de experiências entre representantes das organizações da sociedade civil brasileira, engajadas na moratória da liberação de organismos geneticamente modificados, e representantes do movimento contra transgênicos europeu e americano.


Manifesto

No final do evento, vários parlamentares assinaram um Manifesto, onde firmam o compromisso pela criação de uma rede interparlamentar "Por um Mundo livre dos Transgênicos", e, baseando-se no princípio da precaução, exigem a suspensão imediata de qualquer ação que legalize a produção e a comercialização de alimentos transgênicos, nacionais ou importados; a elaboração e implementação de um esquema eficaz, que garanta ao consumidor a informação a que tem direito, através da rotulagem dos produtos geneticamente modificados, baseado nas normas fixadas no Protocolo de Biossegurança; o estabelecimento de métodos comuns para avaliação dos riscos ambientais e da saúde humana que os organismos geneticamente modificados podem causar; a promoção de pesquisa pública dentro dos princípios de ética, de sustentabilidade social, econômica e ambiental, voltada à solução das necessidades das grandes maiorias e evitando maior concentração e dependência.

Os parlamentares que assinaram a moratória foram os deputados federais Fernando Ferro (PT/PE), Fernando Gabeira (PV/RJ), Ponpeo de Mattos (PDT/RS), Saulo Pedrosa (PSDB/BA), Luci Choinacki (PT/SC), o membro do Parlamento Europeu Wolfgnag Kreissl-Dörfer e o Secretário da Agricultura e Abastecimento/RS José Hermeto Hoffmann.


Saiba mais no site: www.ibase.org.br/transgênicos

lerler
  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca