ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • ALOP
informes - ABONG

78março de 2000

Fundada no Brasil ONG de combate à corrupção

Foi fundada no último dia 29 a Transparência Brasil, constituída como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público - OSCIP, que será integrada por organizações da sociedade civil e pessoas físicas interessadas no combate à corrupção. A entidade manterá relação de colaboração com a Transparency International.

O objetivo geral da organização é a redução da corrupção no País, tarefa que será permanentemente avaliada por meio de diversos índices, e resultados das atividades desenvolvidas. As principais linhas de ação serão o ataque às causas da corrupção; ações preventivas e luta contra a impunidade; denúncia sistemática de atos e práticas de corrupção; e acompanhamento e apoio de ações promovidas por outras entidades, no mesmo sentido.


Causas

A Transparência Brasil classifica as causas da corrupção em duas categorias: culturais e estruturais. No combate às causas culturais estão previstas ações junto à população em geral e às elites dirigentes. Para as causas estruturais serão realizadas atividades que promovam alterações nas leis e normas para impedir a corrupção, e aperfeiçoamento dos sistemas de controle sobre as ações públicas e privadas.

A Transparência Brasil também fará a denúncia de atos e práticas de corrupção, buscando o apoio da imprensa e promoverá campanhas de mobilização pública para pressionar as autoridades a agirem com eficácia.

Uma das diretrizes apontadas para o trabalho da Transparência Brasil foi a necessidade de demonstrar à população que a corrupção gera problemas sociais, porque provoca a utilização indevida de recursos públicos. Também será organizado um movimento público contra as formas de corrupção embutidas nas campanhas eleitorais. Apontado como uma das principais formas de corrupção, o dinheiro investido na política - campanhas eleitorais, favorecimentos etc. -, e consequentemente seus "doadores", serão um dos principais alvos das ações da entidade.


Dirigentes

A ABONG integra o Conselho Deliberativo da Transparência Brasil, eleito para um mandato de dois anos (Veja quadro). No dia da fundação da entidade também houve a eleição do Conselho Fiscal e a indicação da secretaria-executiva.
O lançamento das atividades da Transparência Brasil acontecerá no próximo dia 15 de março, em São Paulo.


Conselho Deliberativo

Eduardo Capobianco - Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo - SindusCon-SP (presidente); Neissan Monadjem - Pensamento Nacional das Bases Empresarias - PNBE (vice-presidente); Aristides Junqueira, ex-procurador Geral da República; Bruno Wilhelm Speck, acadêmico; David Fleischer - Transparência, Consciência e Cidadania - TCC; Denise Frossard, ex-juíza (RJ); Fernando Antunes - TCC; Jorge Luiz Numa Abrahão - Associação Brasileira de Empresários pela Cidadania - Cives; José Alves Sena - União Nacional dos Analistas e Técnicos de Fianças e Controle; Juca Kfouri, jornalista; Marcos Gonçalves Silva - acadêmico; Oded Grajew - Instituto Ethos; Rubens Naves, advogado; Sérgio Haddad, presidente da ABONG.

 

Conselho Fiscal

Fernando Garcia Freitas - Comunidade Baha´í; Guilherme Amorim, advogado; Ladislau Dowbor, acadêmico.


Secretaria-Executiva

Francisco Whitaker, membro da Comissão Justiça e Paz da CNBB.

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca