ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Fundação Ford
  • REDES

    • ALOP
informes - ABONG

64outubro de 1999

Movimento República de Emaús: quando a solidariedade transforma

O Movimento República de Emaús (PA) foi criado em 1970 com o nome “República do Pequeno Vendedor”, a partir do apoio que padres salesianos davam a um grupo de meninos que vendiam sacolas no Mercado do Ver-o-Peso, em Belém, e almoçavam no Restaurante do Pequeno Vendedor, administrado pelos religiosos.

 

Certa vez, após “fiscais” tomarem suas mercadorias e dinheiro, os meninos foram convencidos pelos padres a negociar, conseguindo reaver seus pertences. A partir deste episódio, a entidade passou a se chamar Movimento República de Emaús (MRE), inspirado na passagem bíblica em que Jesus, depois da ressurreição, caminha com dois apóstolos rumo à cidade de Emaús sem ser reconhecido.

 

Chegando à cidade, após a distribuição do pão na ceia, os apóstolos finalmente descobrem quem está com eles. A mensagem é “só repartindo conseguimos ver a verdade”, que se traduz no lema do MRE: “é a solidariedade que transforma”.

Depois de quase trinta anos de atividades, a organização atende cerca de 2.500 crianças e adolescentes. Indiretamente, seu trabalho atinge outros atores, como os policiais que participam dos cursos de capacitação e os jornalistas da Região Norte, que recebem informações da Agência Emaús.


Quatro expressões

O MRE estrutura seu trabalho em quatro campos, ou “expressões”:


- República do Pequeno Vendedor - embrião do MRE, atualmente a RPV atende não apenas aos meninos trabalhadores de rua, mas também crianças e adolescentes em situação de risco social. Entre as atividades desenvolvidas estão oficinas profissionalizantes, educação de rua, inserção no mercado formal de trabalho e atividades de lazer.


- Campanha de Emaús - criada em 1971, trabalha com sensibilização e mobilização social. Envolve cerca de 2.000 voluntários, que, todos os anos, em agosto, saem às ruas arrecadando materiais usados. Parte desse material é recuperado nas oficinas pelos próprios adolescentes, e depois vendido à população por preços baixos.


- Cidade de Emaús - fundada em 1980, a Cidade está situada num dos bairros mais pobres de Belém, o Benguí, e funciona como uma Escola-produção. Entre as atividades desenvolvidas estão a criação de aves e porcos, cultivo de horta, fitoterapia e fábrica de ração. Além disso, a Cidade conta com uma escola formal de 1º e 2º graus para atender à comunidade.


- Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Emaús - criado em 1983 para garantir e defender direitos de crianças e adolescentes, propõe o exercício efetivo do Estatuto da Criança e Adolescente e a implantação dos Conselhos Tutelares no Estado. O Centro atua nas áreas jurídicas e social e conta com biblioteca e banco de dados sobre a situação da infância na Região.


Além dessas expressões, o MRE mantém a Agência de Notícias Emaús, criada para inserir informações na imprensa sobre a realidade da criança amazônica. A Agência produz matérias, boletins, pautas e revistas, e conta com correspondentes nos outros Estados da região.


Movimento República de Emaús (PA) – Fone: (91) 242-2444/242-0031; Fax: (91) 242-0752; e.mail: emausbel@interconect.com.br

lerler
  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca