ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Instituto C&A
  • REDES

    • TTF Brasil
informes - ABONG

31/07/2007 a 13/08/2007

Pelo processo alternativo de integração na América Latina

No segundo dia das oficinas e seminários do II FSNE, esteve em debate o Processo de integração no continente (ALBA, Mercosul, TCP, Banco do Sul) e o livre comércio. A atividade, vinculada ao Eixo 3 do Fórum e que teve como objetivo discutir os atuais processos de integração na América Latina, foi realizada pelas redes Jubileu Sul Brasil, Rede Brasil, Aliança Social Continental, Rede Brasileira Pela Integração dos Povos (Rebrip) e Cáritas Brasileira.

Mercosul, Alba (Alternativa Bolivariana para as Américas), Alca (Área de Livre Comércio das Américas), CAN (Comunidade Andina de Nações), Unasul (União de Nações Sul-Americanas) são projetos de integração para a região, que, em sua maioria, estão diretamente ligados à lógica da globalização e do neoliberalismo. “E os paises latino-americanos são obrigados a se inserirem na necessidade de ampliar o comércio internacional e diversificar os meios de produção através do livre comércio”, ressaltou Graciela Rodriguez, da Rebrip, durante sua exposição.

No debate, foram pontuadas as três etapas por meio das quais é possível constituir uma integração regional: a constituição de uma área de livre comércio, caso da ALCA; união alfandegária, caso do Mercosul; e a construção de um mercado comum, caso da União Européia.

“Os processos de integração acabam por valorizar mais o caráter econômico do que o social e o político” censurou Graciela Rodriguez. Para ela, os movimentos sociais devem lutar por um processo de integração alternativo, não pautado pelas necessidades do comércio, mas, sim, pela solidariedade entre os povos e que saiba lidar com essa inserção global. “A proposta da Alca é basicamente liberalização do comércio. Livre comércio significa derrubar tarifas alfandegárias, por isto, esta é uma integração puramente comercial.” Graciela ressaltou também o importante papel da Campanha contra a Alca, que conseguiu adiar a implementação da área de livre comércio na região, além de influenciar a ação do governo brasileiro.

Saiba mais: www.rebrip.org.br. Aliança Social Continental (site em espanhol): http://www.asc-hsa.org

lerler
  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca