ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Mesa de Articulación
informes - ABONG

46420/05/2010 a 02/06/2010

Demonstração de preconceito provoca reações de entidades que trabalham com portadores(as) de HIV

Diversas ONGs, indivíduos(as) e o Departamento de DST/Aids do governo federal tiveram muito trabalho para corrigir declarações preconceituosas do jornalista Alexandre Garcia, feitas no dia 7 de maio, durante programa “Mais Brasília”, transmitido pela rádio CBN. Para o jornalista, uma pessoa portadora do vírus HIV engravidar “é uma maluquice”, pois o parto faz “respingar sangue” que poderia contaminar a criança e a equipe médica.

 

Mesmo após uma nota de esclarecimento do Departamento de DST/Aids e reações indignadas de organizações sociais, a Rede Globo ainda não se posicionou sobre o desserviço prestado. Para Juan Carlos Raxach, da Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA), “posicionamento contrário à medicina vigente é absurdo”. Além de deixar claro sobre como deve se dar a gravidez para quem tem o vírus, o Estado deve proporcionar os medicamentos para os direitos humanos e reprodutivos serem garantidos a todos e todas.

 

Não é a primeira vez que o jornalista demonstra sua não aprovação a gravidez de soropositivas em rede nacional. “A primeira vez pressupõe desinformação, a segunda é uma clara demonstração de preconceito”, conclui a nota do departamento.

 

“Há muito ter o vírus não é sinônimo de morte. Milhares de pessoas com HIV vivem melhor que muitas com doenças crônicas, devido a evolução constante do coquetel de medicamentos para os(as) portadores(as)”, analisa Taciana Gouveia, da SOS Corpo.

lerler
  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca