ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Instituto C&A
  • REDES

    • Action2015
informes - ABONG

50431/10/2012 a 06/12/2012

UNIPOP 25 anos: educação popular envolve comunidade na luta contra opressões

Se os anos 80 foram chamados de “anos perdidos” da América Latina, não podemos ignorar o fato de que também foi a época de reatar esperanças e buscar novas iniciativas. Fundada oficialmente em outubro de 1987, o Instituto Universidade Popular (UNIPOP) completou 25 anos de atuação em diferentes áreas; como educação política, cultural, garantia de direitos e justiça ambiental; e com diferentes segmentos da sociedade; como educadores/as sociais, jovens e populações vulneráveis. Durante esse período de atuação, a UNIPOP se estabeleceu, sobretudo, como uma entidade formadora de grupos ativos politicamente na sociedade, de perfil plural e democrático.

 

Principalmente por seus projetos educacionais, há uma ação contínua junto aos participantes, em que a troca de informações e conhecimentos ocorre de forma horizontal. Em comemoração a sua história, foi realizado no dia 25 de outubro o Seminário Educação Popular como instrumento de luta e resistência na Amazônia, estabelecendo ainda mais a UNIPOP como uma entidade de resistência à ordem financeira que têm colocado o lucro em detrimento dos direitos humanos e respeito ao meio ambiente. Os/as participantes do seminário, ativistas, organizações sociais e estudantes, tiveram a oportunidade de compreender melhor a educação popular como um meio de combate aos grandes projetos que criminalizam os movimentos sociais e outros grupos que lutam contra o sistema atual.

 

Em parceria com o Instituto Carlos Chagas e seguindo essa linha contínua e combativa, será realizado o primeiro ciclo de seminários sobre o tema “Participação e Controle da Política Educacional no Estado do Pará”, nos dias 1, 6 e 13 de novembro, nas cidades de Marabá, Santarém e Belém, respectivamente. Durante o ciclo será divulgado um mapeamento sobre a situação educacional do Estado, tendo como mote principal a aprovação, na Câmara dos Deputados, dos 10% do PIB para a educação. Para Max Costa, membro da coordenação ampliada da UNIPOP, os seminários também serão um espaço para debater “a aplicação e viabilidade do Plano Nacional da Educação para aplicação imediata desses recursos”.

 

Pretende-se, através da troca de ideias e experiências, estimular a criação de uma rede de entidades civis para atuar no controle social das ações governamentais em relação a esse novo montante destinado à educação. Max Costa afirma que “a implantação desses 10% não vai vir de graça, deve haver uma luta. A partir desse seminário, devemos nos organizar coletivamente”. Há na própria UNIPOP um grande acúmulo de conhecimento, forças e experiências nesse sentido, pois muitos/as educadores/as do Estado tiveram passagem por seus cursos.

 

lerler
  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca