ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Petrobras
  • REDES

    • Fórum Social Mundial
informes - ABONG

51806/02/2014 a 06/03/2014

FSTemático 2014 discute crise capitalista, democracia e justiça social e ambiental

Por Amanda Proetti

 

Pensar a agenda proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU) a partir de uma avaliação de que o capitalismo está vivenciando uma crise sistêmica foi a proposta da atividade que abriu os trabalhos da Abong na tarde da quarta-feira (22/01) no Fórum Social Temático 2014 - Crise Capitalista, Democracia, Justiça Social e Ambiental, que aconteceu em Porto Alegre (RS) entre os dias 21 e 26 de janeiro. A mesa “Crise Capitalista e Agenda Pós 2015” foi composta por membros de movimentos sociais e organizações de diversas partes do mundo - dentre as quais, algumas que integram o Conselho Internacional (CI) do Fórum Social Mundial (FSM) - sob a proposta de reunir pontos de vista distintos acerca do tema numa tentativa de tecer uma avaliação mais global.

 

Duzentos e setenta oficinas ou espaços de debates foram inscritas para esta edição por indivíduos, entidades, organizações, movimentos ou redes de movimentos sociais participantes dentro dos eixos temáticos.

 

Na quinta-feira (23/01) à tarde, pouco antes da marcha de abertura do evento, aconteceu atividade promovida pelas representações brasileiras do Conselho Internacional do Fórum Social Mundial, dentre as quais a Abong. A atividade se voltou à articulação das organizações brasileiras de âmbito nacional na dinâmica em curso do FSM e do CI pela criação de um novo espaço ou comitê de articulação no Brasil.

 

A marcha de abertura do evento aconteceu na quinta-feira (23/01), à tarde. Cerca de 10 mil pessoas (de acordo com o site do FSTemático) participaram da caminhada que percorreu as ruas do centro da capital gaúcha, do Largo Glênio Peres até a Usina do Gasômetro. Saiba mais aqui.

 

Na sexta-feira (24/01), Vera Masagão, diretora executiva da Abong, participou de atividade de lançamento do relatório “Sociedade Civil 2023 - 4 Cenários Transformadores para inspirar, desafiar e informar o futuro da sociedade civil organizada no Brasil” uma iniciativa do Grupo Diálogo, Direitos e Democracia (Articulação D3), com participação da Abong, Fórum da Amazônia Oriental (Faor), Fundação Avina, Fundação Getúlio Vargas (FGV), Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (Gife), Fundação Kellogg, Instituto C&A e Rede de Fundos Independentes, juntamente com a Secretaria-Geral da Presidência da República e o Instituto Reos Partners, responsável pela metodologia, que consistiu na composição de um grupo de trabalho diverso que, a partir do contexto atual, construiu quatro diferentes cenários plausíveis, relevantes, desafiadores e claros sobre o futuro da sociedade civil organizada no Brasil. O resultado foram os cenários nomeados com nomes de brincadeiras infantis: “Mestre Mandou”, “Passa Anel”, “Amarelinha” e “Ciranda”. O relatório final oferece respostas a perguntas como: nos próximos 10 anos, como evoluirá a relação entre o Estado e a sociedade civil organizada no Brasil? Qual será o impacto das novas formas de organização, das novas gerações e das novas tecnologias? Como evoluirá a arquitetura de financiamento das organizações da sociedade civil? Os relacionamentos na sociedade civil serão de fragmentação, coesão ou integração?

 

Na sexta-feira à noite aconteceu coquetel de lançamento do Caderno de Educação Popular e Direitos Humanos, da RECID - Rede de Educação Cidadã. Na ocasião também foi lançada a Revista ComunicaDH, resultado do projeto Comunicação e Direitos Humanos, conveniado com a SDH e implementado pela Abong em 2013. Saiba mais aqui.

 

No sábado (25/01) pela manhã, a Abong promoveu na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, atividade sobre o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil (MROSCs). Compuseram a mesa Vera Masagão, diretora executiva da Abong, Laís de Figueiredo Lopes, assessora especial da Secretaria-Geral da Presidência da República e Silvio Rocha Sant'Ana, da Fundação Grupo Esquel Brasil. Saiba mais aqui.

Ainda no sábado, membros do CI do FSM se reuniram para avaliar o FSTemático 2014. Na ocasião, foi feito o anúncio oficial das próximas edições do FSM que devem acontecer em 2015, na Tunísia, e em 2016, no Canadá. Os/as participantes compartilharam suas expectativas para os dois momentos.

lerler
  • PROJETOS

    • Informação, formação e comunicação em favor de um ambiente mais seguro para a sociedade civil organizada

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca