ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • Fórum Social Mundial
informes - ABONG

41811/03/2008 a 24/03/2008

Jovens feministas brasileiras em ação!

Hoje, 13 de março, tem início o I Encontro Nacional de Jovens Feministas, que acontece na cidade de Fortaleza, Ceará, até o dia 16. A iniciativa é fruto da mobilização da Articulação Brasileira de Jovens Feministas, idealizada durante as atividades protagonizadas pelas jovens na II Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (2007), e conta com os seguintes apoios: Fundação Friedrich Ebert, Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Secretaria Nacional de Juventude, Prefeitura Municipal de Fortaleza e Governo do Estado do Ceará.

O Encontro reunirá cerca de cem jovens feministas de todo o país. “São representantes de diversos segmentos: mulheres jovens, negras, indígenas, lésbicas e bissexuais, quilombolas, moradoras de periferias e do campo, mulheres em risco de exploração sexual, traficadas para fins sexuais, em situação de violência”, especifica Lídia Rodrigues, 20 anos, integrante do Coletivo de Jovens Feministas e da Comissão Organizadora do I Encontro.

No dia 16, haverá um espaço para a realização da Conferência Livre, onde as jovens discutirão a perspectiva da implementação das políticas para a juventude, com enfoque de gênero. “Os principais debates que vislumbramos firmar a partir deste I Encontro tem bases, sobretudo, na condição geracional, com o contexto de vulnerabilidade das mulheres, e, portanto, necessita de uma discussão especifica dentro do movimento feminista”, ressalta Lídia.

Para tal, as jovens feministas elegeram os seguintes eixos de discussão: Participação Política das Jovens Mulheres; Intergeracionalidade e Relações de Poder; Feminismo e Juventude; Lesbianidade; Exploração Sexual e Tráfico para fins sexuais; Raça/Etnia; Acesso à Cultura; Políticas Públicas para Mulheres Jovens; Regionalidade.


Articulação

Lídia salienta que, desde 2004, as jovens feministas estão organizadas e articuladas. “Em 2005, nós, jovens, tivemos participação fundamental no processo do 10º Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe, na construção de atividades para e com jovens feministas, além de estarmos na organização do encontro”, destaca. E foi no 10º Encontro que começaram a construir uma articulação brasileira de jovens feministas, bem como a pensar sobre a possibilidade de realização de um encontro de jovens feministas.

No Fórum Social Brasileiro (2006), as jovens continuaram suas estratégias de mobilização e, na II Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, que ocorreu em agosto de 2007, articuladas e com um pré-documento de demandas – Mulheres Jovens construindo Políticas Públicas –, conquistaram uma vaga no Conselho Nacional das Mulheres.

“Hoje, munidas de todo esse acúmulo de mobilização, articulação e intervenção em diferentes espaços, acreditamos que vivemos um momento propício para a realização do I Encontro Nacional de Jovens Feministas. Para que nós, mulheres jovens brasileiras, definamos uma agenda política para os próximos dois anos.”

Saiba mais pelo site do Instituto de Juventude Contemporânea (IJC): www.ijc.org.br. E-mail: jovensfeministas.brasil@gmail.com

lerler
  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca