ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • Plataforma Reforma Política
informes - ABONG

41522/01/2008 a 28/01/2008

Comunicação compartilhada: uma ação de mídias alternativas pelo mundo

Com a série de coletivas de imprensa sobre a Semana de Mobilização e o Dia de Ação Global, ocorrida em diversas cidades do mundo desde 22 de janeiro, começaram a chegar matérias, mensagens e vídeos em idiomas menos habituais ao universo da comunicação do Fórum Social Mundial, como coreano e árabe, para a página da www.ciranda.net – rede de cobertura compartilhada que acompanha o FSM desde a sua primeira edição, em 2001.

A opção pelo formato descentralizado da edição 2008 ampliou a dimensão mundial do FSM. E a comunicação colaborativa – capaz de superar barreiras de linguagem, geográficas e dos poucos recursos para um trabalho tão imenso – tem sido requisitada como uma espécie de território subjetivo de um fórum desterritorializado.

As notícias produzidas por jornalistas e ativistas da comunicação, enviadas por mídias e redes alternativas que colaboram entre si, mostram um FSM fisicamente presente em lugares aos quais esteve antes ligado pela solidariedade, como a Palestina, que resiste ao bloqueio israelense e sofre com o colapso de sua infra-estrutura, ou como o Iraque, destruído pela guerra e a ocupação. Em ambos, foram feitas entrevistas coletivas, simultâneas às realizadas em cidades da África, Europa, Ásia, América Latina, que praticamente só a mídia alternativa cobriu.

A comunicação compartilhada, em que os meios alternativos trocam suas coberturas, soma conhecimentos e práticas de mídia próprias dos movimentos e ativismos sociais para uma ação mediática conjunta, coletiva, colaborativa e de resistência à invisibilidade imposta pela grande mídia. O site da Ação Global, www.wsf2008.net, se baseia nesse esforço colaborativo e compartilhado, permitindo que ações, notícias e conteúdos mediáticos sejam publicados em uma mesma plataforma. Mais de 600 ações foram comunicadas até o dia 23, muitas delas representando dezenas, centenas de outras, como os grandes eventos de São Paulo e do Rio ou os Fóruns Europeus, na Bélgica, e o Africano, em Togo. Não dá, e nem é, para contabilizar.

As coberturas mostram que as pessoas e representações que marcham nas Filipinas, defendem os/as trabalhadores/as imigrantes perseguidos/as na Coréia e prometem abraçar a Bolívia nas suas fronteiras se reconhecem no processo FSM . E assim como elas, as que inscrevem atividades de luta contra a homofobia, o racismo, o militarismo, o machismo e o modelo econômico neoliberal, que afetam povos e culturas no mundo todo.

A Ciranda em 2008 terá o desafio de cobrir o Dia de Ação Global desde que o 26 de janeiro começar no planeta, com a ajuda das mídias alternativas que cobrem ações nas ilhas distantes do Pacífico. Mostrará, também, as preocupações, os sonhos e perspectivas que esta impressionante jornada de mobilizações e ações acrescenta ao processo FSM, que ruma para uma nova edição centralizada em Belém, em 2009. Jornalistas e articulistas por outro mundo possível estão convidadas/os a narrar as histórias e os sentidos deste que será o dia mais longo do Fórum Social Mundial. (Por Rita Freire).

lerler
  • PROJETOS

    • Agenda 2030

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca