ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • CIVICUS
  • REDES

    • Mesa de Articulación
informes - ABONG

4138/01/2008 a 14/01/2008

Notas

Plano de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas

O Serviço à Mulher Marginalizada (SMM) informa: o presidente Lula assinou, em 8 de janeiro, o Decreto nº 6347, que aprovou o Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (PNETP) e instituiu o grupo Assessor de Avaliação e Disseminação do PNETP. O Plano foi elaborado sob a liderança do Ministério da Justiça, Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres e Secretaria Especial de Direitos Humanos.

 

O Grupo Interministerial de Trabalho do Plano contou com a presença de representantes de 13 Ministérios, Organismos Internacionais, Poder Público Federal, Ministério Público do Trabalho e de diversas organizações da sociedade civil. Em outubro de 2007, a Presidência da República havia aprovado o Decreto n° 5948, que instituiu a Política de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. O PNETP fica sob responsabilidade do MJ na sua implementação e dará diretrizes mais concretas de ação ao enfrentamento desse crime e suas ações são previstas para se efetivarem no tempo máximo de dois anos. Aí, então, novo Plano será elaborado e aprovado. Mais informações: (11) 3228-6097. E-mail smm@smm.org.br. Site: www.smm.org.br.

 

Voto não tem preço, tem conseqüências

No final de novembro de 2007, o Movimento  de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) lançou em Brasília, para todos os Estados brasileiros,  a campanha Eleições Municipais 2008 – Voto não tem preço, tem conseqüências. O lema resume a missão do MCCE, que é integrado por diversas entidades de vários pontos do Brasil, como a Abong: defender eleições éticas e garantir que a compra de votos e o uso eleitoral da máquina administrativa sejam devidamente punidos. Materiais do MCCE serão distribuídos nacionalmente, incluindo a cartilha "Lei 9840: vamos combater a corrupção eleitoral" e o novo folder do Movimento, que contém dados sobre suas ações e sobre políticos/as cassados/as por corrupção eleitoral em todas as Unidades da Federação. O lançamento antecipado da campanha MCCE visa a assegurar uma fiscalização mais intensa ao longo das eleições de 2008, inclusive durante o cadastramento eleitoral, que acontece até o dia 7 de maio. Mais informações: Site: www.lei9840.org.br.

 

Os novos desafios da Educação Popular

Nos dias 17 e 18 de janeiro, o Instituto Universidade Popular - Unipop (Belém/PA) realizará, com o apoio da Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese), o Seminário Novos desafios da Educação Popular para a construção de um projeto de Nação. No dia 17, um Painel colocará em debate As Práticas de Educação Popular na Redemocratização do Brasil: avanços e desafios. Já no dia 18, a questão O que a Educação Popular pode contribuir para fortalecer a ação dos Movimentos Sociais na construção de um projeto de Nação? dará base às análises e discussões de uma ampla Mesa Redonda. Mais informações e inscrições: (91) 3223-1083. E-mail: universidadepopular@unipop.org.br.

lerler
  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca