ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Petrobras
  • REDES

    • MCCE
informes - ABONG

39414/08/2007 a 20/08/2007

AMA: um projeto sustentável com frutas do Cerrado

O Projeto Agentes Multiplicadores Agroflorestais realizou de 29 de julho a 2 de agosto, o 4º módulo e a atividade de intercâmbio. Os sistemas agroecológicos foram o tema do encontro que aconteceu no Centro de Ensino e Pesquisa Timbira Pintxwyj Himpejxá, na cidade de Carolina - MA. O AMA é um projeto realizado pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH) e financiado pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA), do Ministério do Meio Ambiente.

Durante cinco dias, trinta participantes do projeto, entre agricultores/as rurais, lideranças e técnicos/as agrícolas de 11 municípios da região do Baixo Parnaíba maranhense puderam conhecer novos projetos de desenvolvimento baseados na sustentabilidade. Um deles é a "Fruta sã", uma empresa criada pela Associação Wyty-catë dos povos indígenas do Maranhão e Tocantins e o Centro de Trabalho Indigenista (CTI).

 

Em visita realizada à fábrica da Fruta sã, os/as agentes multiplicadores/as viram de perto a produção das polpas a partir dos frutos típicos do Cerrado e o funcionamento da empresa, desde a criação da associação Wyty-catë, em 1994, os primeiros passos do projeto, seus problemas e resultados positivos para a população indígena timbira.

Durante o dia, além das conversas sobre os temas propostos, aconteciam as visitas. A Associação Agroextrativista de Pequenos Produtores de Carolina, a AAPPC, que mantém um viveiro com plantas nativas, recebeu os/as participantes para mostrar como funciona a produção de mudas.

Num outro momento, foi possível ver na prática como funciona um sistema agroecológico, mantido por Seu Domingos, perto do Parque Nacional da Chapada das Mesas, há poucos quilômetros da cidade. Na roça do agricultor, são produzidas diversas frutas e verduras no sistema de consórcio, em que árvores maiores convivem com plantas menores. Através da diversificação da produção, é possível colher frutos o ano inteiro e garantir a riqueza do solo por meio da fertilização natural. São produzidos amendoim, arroz, mandioca (farinha), várias espécies de banana, feijão, tomate, abacaxi, entre outros.

O intercâmbio aconteceu no Centro de Ensino e Pesquisa Timbira Pintxwyj Himpejxá, no mesmo período em que acontecia uma oficina de documentação da cultura indígena promovida pelo CTI, que contou com a presença de dezenas de índios. O contato entre os dois grupos ajudou a conhecer o estilo de vida, as danças, rituais e a língua dos indígenas do Maranhão e Tocantins e serviu de aprendizado para todos/as os/as participantes. (Pela equipe SMDH).

lerler
  • PROJETOS

    • Agenda 2030

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca