ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • Plataforma MROSC
informes - ABONG

47328/09/2010 a 13/10/2010

Regional Nordeste III prepara feira de tecnologia e desenvolvimento social

O Informes traz nesta edição uma entrevista com um dos diretores da Regional Nordeste III da ABONG, Patrick Oliveira, dando sequência à série de reportagens sobre os desafios específicos da ABONG em cada região.

 

Abrangendo os estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, a regional tem hoje cerca de 35 associadas. Contudo, como destaca Oliveira, não há nenhuma representante do Piauí e as organizações do Rio Grande do Norte muitas vezes só conseguem se reunir com as demais usando ferramentas de internet.

 

Um das principais ações previstas pela regional para este ano é uma feira de tecnologia e desenvolvimento social, que será realizada entre 19 e 26 de novembro, em Fortaleza. A ideia do evento é aumentar a interação entre as associadas e dar visibilidade a elas.

 

Leia a íntegra da entrevista abaixo:

 

Informes ABONG: Qual é o perfil predominante das associadas do seu regional?


Patrick Oliveira: Há uma grande diversidade no perfil das entidades que participam do regional. Existem organizações dos mais variados setores. O que, por um lado, ajuda na articulação em redes sobre temáticas específicas, como o movimento negro, organizações feministas, agroecologia, etc.


IA: Quais são as principais questões colocadas para a atuação da ABONG em sua regional? Quais são as demandas, desafios e perspectivas específicas?


PO: Enfrentamos o mesmo problema que muitas regionais da ABONG. Há uma variação grande quanto à participação das organizações nas reuniões. Nos dois últimos anos, as dificuldades econômicas fizeram com que muitas entidades não conseguissem mais participar. Cerca de 7 ou 8 entidades fazem parte do núcleo duro e estão presentes em todas as reuniões. Essas são as organizações mais antigas, todas do Ceará, onde as reuniões ocorrem.

 

Já não temos mais nenhuma participação de organizações do Piauí.

Já no Rio Grande do Norte, as entidades são muito articuladas entre elas e se reúnem com a ABONG via skype para discutir o planejamento.

 

IA: De que forma a regional costuma se articular? São realizadas reuniões periódicas? Como a ABONG materializa sua atuação junto às associadas em sua regional?


PO: As reuniões são bimensais, realizadas em Fortaleza. Destas reuniões, já foram definidos três eixos de atuação prioritários: 1- sustentabilidade, 2- visibilidade, 3-fortalecimento político das associadas.

 

Também dividimos as tarefas entre os diretores do regional: eu cuido do financeiro e do desenvolvimento institucional, Suzany de Souza Costa cuida das questões relacionadas à sustentabilidade e Soraia Vanini Tupinambá cuidava da representação política, embora tenha saído há pouco tempo.

 

IA: Qual projeto ou ação recente que tenha sido articulado pela regional você destacaria?


PO: Estamos organizando uma feira de tecnologia e desenvolvimento social, que será realizada entre 19 e 26 de novembro, em Fortaleza. A ideia do evento é pensar ações em conjunto com as associadas, aumentar a interação e mostrar o que está sendo feito na área. Acreditamos que isso dará visibilidade para as associadas e para a ABONG. Se conseguirmos o impacto desejado, talvez transformemos a feira num evento permanente.

 

Outra questão importante do qual a ABONG sempre participou é o Fórum Social do Nordeste. Hoje o comitê ainda existe, mas a organização está enfrentando bastantes dificuldades para realizá-lo.

 

IA: Quais são as pautas da ABONG em nível nacional que mais se relacionam à realidade local?


PO: Avaliamos também que há a necessidade de realização de vários seminários sobre temas que se ligam diretamente aos problemas enfrentados pelas associadas e aos desafios que a região deve enfrentar nos próximos anos. Alguns desses temas são: sustentabilidade, acesso a fundos públicos, a Copa do Mundo de 2014, o Fórum Social Mundial, Articulação Nordestina, etc.

lerler
  • PROJETOS

    • Agenda 2030

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca