ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • CIVICUS
  • REDES

    • FIP

Via Campesina Brasil apoia a vinda de médicos estrangeiros

22/08/2013

A Via Campesina Brasil manifesta seu apoio a vinda de profissionais estrangeiros no país, bem como espera que profissionais brasileiros também possam trabalhar em outros países, fomentando o intercambio de experiências que jamais pode ser visto com maus olhos por aqueles que defendem os interesses do povo.

 

Lembramos que no mês de junho o Brasil presenciou uma grande jornada de mobilizações populares que já pode ser considerada um acontecimento histórico pela sua dimensão e pelas conquistas políticas que obteve. Impulsionada pelo abusivo aumento do valor das passagens de transporte coletivo nas grandes cidades, as jornadas trouxeram à tona o descontentamento do povo brasileiro com a qualidade de vida nas cidades e com os serviços públicos que não acompanharam em melhorias o crescimento econômico do país. Pressionados pela população que foi as ruas, os governos estaduais, municipais e o governo federal se apressaram em apresentar medidas para atender a essas demandas.

 

Além do transporte urbano, melhorias na educação e na saúde também eram reivindicações presentes nas manifestações. Visando atender a essa última o Governo federal apresentou o programa Mais Médicos, que entre outras medidas pretende preencher vagas em unidades de saúde onde faltam profissionais com médicos estrangeiros da Espanha, Portugal e Cuba. O Governo pretende trazelos ainda esse ano para atender a alguns municípios onde a situação é mais grave.

 

As últimas pesquisas de opinião realizadas no Brasil apontam que a maioria dos brasileiros são favoráveis a vinda desses médicos, apesar de algumas entidades representantes de setores privilegiados posicionaram-se contra a vinda de estrangeiros.

 

A despeito do aumento das verbas destinadas a saúde nos últimos anos, segundo o ministério da Saúde, o Brasil tem um déficit de aproximadamente 160 mil médicos, impossível de ser resolvido com profissionais brasileiros no médio prazo.

 

Somado ao déficit no numero absoluto de profissionais, existe no país uma grande disparidade regional na oferta. A categoria encontra-se concentrada na região Sul e Sudeste, regiões mais ricas e que oferecem mais oportunidades de renda com clínicas particulares. Estados mais afastados dos grandes centros urbanos sofrem há tempos uma carência crônica de médicos. O estado do Maranhão, por exemplo, tem uma média de 0,58 médicos a cada mil habitantes, enquanto a média nacional é três vezes maior.

 

Embora nas periferias das capitais e centros urbanos também faltem profissionais, é nas regiões do interior do país que a falta de médicos causa o maior dano a população. Para o campo, onde as entidades da Via Campesina tem sua base, a demanda por médicos é urgente e deve ser garantida com médicos brasileiros ou estrangeiros.

 

Outros países desenvolvidos como Inglaterra e Estados Unidos contam com um efetivo de médicos estrangeiros de 37% e 25% respectivamente, sem prejuízos a qualidade do serviço. A falta de médicos não é o único problema que enfrenta o nosso Sistema Único de Saúde, que é subfinanciado se comparado a outros países. Mas o programa Mais Médicos contribui para atenuar as dificuldades de boa parte da população que tem urgência em ter acesso a atendimento médico.

 

A Via Campesina Brasil manifesta seu apoio a vinda de profissionais estrangeiros e continuará na luta para que nosso país tenha um adequado tratamento na área da saúde e aumente significativamente a formação de profissionais nesta área tão necessária.

 

Certamente as bases organizadas dos Movimentos da Via Campesina em todo o Brasil acolherão com alegria e muito respeito os médicos estrangeiros que vierem ajudar nosso país e cuidar da saúde dos brasileiros.

 

 

Coordenação Nacional da Via Campesina Brasil

 

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Fórum Social Mundial

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca