ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • Action2015

GAJOP envia comunicado à ONU sobre o caso do assassinato de Maristela Just

19/07/2010

O GAJOP (Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares) enviou nesta segunda-feira (12) uma comunicação à Relatoria sobre Independência dos Juízes, da ONU, manifestando a preocupação da entidade com a situação de fuga de José Ramos Lopes Neto, condenado pelo assassinato de Maristela Just. A relatora, para quem o documento foi enviado, é a brasileira Gabriela Carina Albuquerque e Silva. Leia abaixo o texto do comunicado:

 

Nota Pública

O GAJOP contabiliza 41 dias desde a condenação do assassino de Maristela Just a 79 anos de prisão, em regime fechado, pela prática de homicídio qualificado e de outras três tentativas de homicídio.

Pede esforço concentrado da Polícia Civil, Militar, Federal e Interpol para a localização e prisão de José Ramos Lopes Neto.

 

Preocupa-se agora com o tempo até o trânsito em julgado e com execução da sentença penal condenatória.

Indigna-se com a forma que o assassino e seu pai trataram o Poder Judiciário, litigando protelatoriamente, e a sociedade pernambucana, expondo comportamento machista, sexista e homofóbico, cujas declarações massacram a honra da vítima, ferem o senso comum e marginalizam ainda mais grupos vulneráveis.

 

Continua firmemente solidário com Nathália Just, com Zaldo Neto, com Ulisses Just (em memória), com demais familiares vitimados pela morte de Maristela e com a sociedade pernambucana pela sua firme decisão contra a impunidade e contra a violência de gênero.

 

E chama a atenção das autoridades de Estado para o respeito ao direito inalienável do acesso à justiça. As instituições públicas não devem perder de vista que a prestação jurisdicional célere e eficiente é meio de pacificação e de consecução de justiça social.

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Fórum Social Mundial

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca