ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Fórum Social Mundial

Campanha 16 Dias de Ativismo não será realizada este ano

20/10/2010

AGENDE lançou uma carta a todas as mulheres, apoiadores/as e colaboradores/as para esclarecer que não terá condições coordenar a Campanha 16 Dias de Ativismo este ano. Por problemas financeiros, a entidade, deve encerrar sas atividades a partir de 1° de novembro de 2010. Entretanto, AGENDE liberou todo o material dos anos anteriores para livre utilização.

 

Leia a íntegra da carta:

Às companheiras do movimento de mulheres,

Às/aos parceiras/os, colaboradoras/es e apoiadoras/es da AGENDE e da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, no Brasil,

 

Depois de sete edições da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, coordenada desde 2003 por AGENDE e desenvolvida por meio de uma grande rede de parcerias, de um acúmulo de trabalhos realizados e legitimidade alcançada em diversas áreas nesses mais de treze anos de existência da Instituição, com imenso pesar informamos que, por razões para além de nossa vontade, AGENDE não tem condições de impulsionar a edição 2010 da Campanha e seguir com suas atividades a partir de 01/11/2010. Desde o segundo trimestre de 2008 AGENDE vivencia uma situação bastante adversa e a partir do início de 2010 não foi mais viável manter a equipe de pessoal e a infra-estrutura da Instituição teve que ser reduzida ao mínimo.

 

Especificamente com relação à Campanha 16 Dias de Ativismo, AGENDE foi vítima de uma ação criminosa: em março de 2010 identificamos que o website das edições 2008 e 2009 da Campanha (http://www.campanha16dias.org.br/ed2009) e (http://www.campanha16dias.org.br/ed2009 )  haviam sido totalmente deletados, sendo que o website da edição 2009 permitia o acesso a todos os materiais e ações das sete edições anteriores da Campanha.  De acordo com o provedor Locaweb isso ocorreu apenas com o website da Campanha 16 Dias dentre 52 websites hospedados,  e sua recuperação é totalmente impossível.

 

Mesmo vivenciando desde o segundo trimestre de 2008 todas essas dificuldades e contando com uma equipe de pessoal bastante reduzida, AGENDE impulsionou as edições 2008 e 2009 da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Como resultado dessas sete edições, registramos:

 

a) A consolidação do slogan “uma vida sem violência é um direito das mulheres” e da Campanha 16 dias de Ativismo como uma das mais importantes estratégias de mobilização e sensibilização da sociedade para a temática da violência contra as mulheres e de instituições e agentes governamentais para a necessidade de implementação de políticas e serviços de prevenção da violência e de atendimento às mulheres vitimadas e para a efetiva implementação da Lei Maria da Penha;

 

b) As cerca de sessenta parcerias nacionais com redes e articulações nacionais de mulheres, de homens e de direitos humanos, órgãos do Executivo e do Legislativo, empresas públicas, estatais e privadas, agências das Nações Unidas;

 

c ) A mobilização ampla em todo o território nacional, com adesão de órgãos governamentais e não governamentais nos estados e municípios e um grande número de segmentos envolvidos;

 

d) A sua realização nos 26 estados da Federação e no Distrito Federal, com significativo número de eventos e sua crescente interiorização para os municípios;

 

e) A forte veiculação da Campanha 16 Dias e suas temáticas nos mais diversos meios de comunicação; e

 

f) A concretização do período de duração da Campanha 16 de Ativismo como marco nacional e mundial.

 

Essas são vitórias importantes, evidenciam que os mais diversos atores políticos e sociais e a mídia assumiram a Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres e demonstram a sua magnitude.

 

As dificuldades destes últimos anos acabaram por inviabilizar a captação de novos recursos financeiros junto aos órgãos governamentais e na cooperação internacional. Tornou-se, assim, praticamente impossível para nossa Instituição desenvolver a edição 2010 da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, o que lamentamos profundamente, cientes do papel da AGENDE na coordenação da Campanha e na criação e disponibilização da arte dos materiais para subsidiar as ações e eventos nos estados.

 

Entretanto, AGENDE autoriza o uso das artes dos materiais das sete edições anteriores da Campanha 16 Dias de Ativismo ( 2003 a 2009) que estiverem disponíveis. O acesso aos sites das diversas edições é: http://www.campanha16dias.org.br/ed2007 e assim para cada edição anual.

 

Fica também a sugestão de se adotar o tema da Campanha Mundial promovida pelo Centro para a Liderança Global das Mulheres (Center for Women´s Global Leadership - CWGL), que sempre foi referência para campanha nacional e que neste ano é voltado para o militarismo e suas relações com a violência contra as mulheres.  O site da Campanha Mundial é http://cwgl.rutgers.edu/16days.

 

Agradecemos imensamente a todas as pessoas que ao longo desses treze anos integraram a equipe da AGENDE e dedicaram seus tempos e esforços aos ideais e objetivos da Instituição, às parceiras/os, colaboradoras/es  e apoiadoras/es nas diversas atividades realizadas, bem como as pessoas e organizações/ instituições que se somaram a nós nas diferentes edições da Campanha 16 Dias de Ativismo. Elas tornaram possíveis as muitas realizações da AGENDE em prol dos direitos humanos das mulheres e em especial a realização, nesses últimos sete anos, de uma ação política tão estratégica no enfrentamento à violência contra as mulheres como a Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

 

Certas de contar com a compreensão de todas e todos para esse nosso momento, reiteramos nossa convicção em nosso trabalho e nossa disposição de continuar firmes na luta pelos direitos humanos e a cidadania das mulheres brasileiras.

 

Cordialmente.

Marlene Libardoni – Diretora Executiva e Conselho Diretor da AGENDE.

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca