ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • CIVICUS
  • REDES

    • FIP

SOS Corpo promove seminário sobre os desafios da educação feminista para transformação social

11/11/2010

De 11 a 13 de novembro, o SOS Corpo - Instituto Feminista para a Democracia realizará o Seminário Nacional Experiências e Inspirações: os desafios da educação feminista para transformação de um mundo tão desigual. O encontro, que reunirá 50 feministas do Nordeste, Norte e Sudeste do país, acontecerá no Recife Praia Hotel, no bairro do Pina, em Recife. A participação é restrita para as militantes do movimento de mulheres convidadas. A
programação abrange palestras, grupos de trabalho, oficinas de reflexão e plenária de encerramento.

A abertura do Seminário será às 10h30 na quinta-feira, dia 11 de novembro. À tarde, haverá exposições e intercâmbio sobre práticas educativas entre mulheres, com ênfase em três vertentes: os saberes tradicionais, o trabalho social, a mobilização e luta. As expositoras serão Verônica Ferreira, pesquisadora do SOS Corpo e  integrante do Fórum Itinerante das Mulheres em Defesa da Seguridade Social (FIPPS); Vera Baroni, da Organização de Mulheres Negras Uiala Mukaji, Rede de Mulheres de Terreiros e Fórum de Mulheres de Pernambuco; e Mailna Costa, do Grupo de Mulheres do Calafate, de Salvador/BA. O objetivo é dialogar com as  participantes sobre as formas tradicionais de socialização e de construção do saber entre mulheres; a relação entre prática educativa feminista e prática do trabalho social com mulheres na construção do movimento feminista e na articulação de suas lutas; educação, sistematização e construção do conhecimento feminista.

À noite, para aproximar e conhecer as diferentes experiências de articulação entre gênero e raça na prática educativa feminista, acontece o Painel: Refletindo sobre a prática educativa feminista a partir das categorias de gênero e raça, com palestras de Lucia Xavier, da ONG Criola e da Articulação de Mulheres Negras Brasileiras, e de Schuma Schumaher, da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh), Articulação de Mulheres Brasileiras do Rio de Janeiro (AMB-RJ) e Coordenação Nacional da AMB. A ideia é compartilhar reflexões sobre a maneira como os movimentos feministas e o movimento negro vêm trabalhando a articulação das categorias de gênero e raça em sua prática educativa e ainda entender qual a base teórica e pedagógica para esta articulação.

No dia 12 de novembro, serão realizados Grupos de Trabalho e Oficinas de Reflexão. Pela manhã, o debate em grupos será orientado por questões pedagógicas, como a abordagem da dimensão da corporeidade, da  transcendência e da integralidade da pessoa no processo educativo; a questão da experiência, individual e coletiva; processualidade da formação e sua relação com a organização de mulheres e a organização de lutas feministas;
relação entre educadora e educandas e o uso de recursos e técnicas pedagógicas no feminismo; entre outras. Os grupos deverão apresentar, na plenária de encerramento na sexta-feira (13/11), uma síntese de suas análises da situação atual relativa a cada um destes aspectos e apontar desafios para construção de uma pedagogia feminista.

Já as Oficinas de Reflexão, que ocorrem na tarde do dia 12, têm origem na demanda por recuperar as oficinas de reflexão e vivência que são muito forte na história do feminismo. As oficinas serão: Identidade racial e de gênero,
com facilitação de Analba Brasão, do Coletivo Leila Diniz e do FMRN/AMB; Linha da Vida, com a educadora do SOS Corpo Sílvia Camurça; Marcas da Violência, a ser facilitada por Luiza Hubert, de Salvador/BA; e Corporeidade, por Cristina Nascimento, da Loucas de Pedra Lilás.

Na noite da quinta (12/11),  experiências e ideias novas que tem crescido na educação que se faz no movimento feminista serão apresentadas no Painel: Re-significando práticas educativas feministas no mundo contemporâneo. O debate irá incluir reflexão sobre práticas educativas frente a diferentes contextos do mundo contemporâneo, como a situação de trabalho das mulheres; o predomínio de meios virtuais de comunicação e informação; novas formas de sociabilidade; condições objetivas e subjetividade entre as mulheres. As palestras são: "Universidade Livre Feminista", por Sarah Reis, do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea); "Educação feminista na
agroecologia e economia solidária", por Graciete Santos, da Casa da Mulher do Nordeste e Fórum de Mulheres de Pernambuco; "Contracultura e estética feminista", por Jolúsia Batista, do Coletivo Leila Diniz e Fórum de Mulheres
do Rio Grande do Norte.

O Seminário Nacional é realizado pelo SOS Corpo, com apoio da União Europeia, EED, Oxfam Novib. Este encontro conta com a parceria do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea), Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense (FMAP), Malunga, Coletivo Leila Diniz, Ser Mulher e Observatório Negro.


Serviço

Seminário Nacional  Experiências e Inspirações: os desafios da educação
feminista para transformação de um mundo tão desigual
Data: De 11 a 13 de novembro de 2010
Local: Recife Praia Hotel (Av. Boa Viagem, 09, bairro Pina, Recife/PE)

 

Fonte: SOS Corpo

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Observatório da Sociedade Civil

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca