ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Fundação Ford
  • REDES

    • FIP

Termina o Fórum Social Mundial Dacar 2011

11/02/2011

Finaliza-se nesta sexta-feira, dia 11 de Fevereiro, O Fórum Social Mundial Dacar 2011. O Fórum recebeu, segundo o site oficial do evento, participantes e organizações de 123 países, além da Palestina e Curdistão, durante os seis dias de evento que acontece na capital senegalesa, entre 6 a 11 de fevereiro.

A maioria presente foram vizinhos africanos (45), seguidos dos europeus (29), asiáticos (22), centro-americanos e caribenhos (12), sul-americanos (10), norte-americanos (3) e países da oceania (2), além da Palestina e do Curdistão. O Comitê Organizador calculou a presença de 50 mil pessoas no evento.

As propostas do Fórum Social Mundial em Dacar se organizaram em torno de três grandes questões: a situação mundial e a crise, a situação dos movimentos sociais pela cidadania; o processo dos fóruns sociais mundiais (leia mais sobre as questões tratadas no Fórum)

O Fórum mobilizou também encontros virtuais com grupos locais e de vários países. 

Segundo o site oficial do evento, Taoufik Ben Abdallah, integrante dos Conselhos Africano e Internacional do Fórum Social Mundial, reforçou a necessidade de “ouvir os povos”. “A situação da Tunísia, Costa do Marfim e Egito recebe eco no mundo por vivenciar situações comuns a vários países. Queremos que o FSM2011 seja como um receptáculo de energias e impulsionador de capacidades dos povos para melhorarem suas próprias vidas. Queremos um Fórum por alternativas populares e democráticas e por valores universais compartilhados.” afirmou Abdallah, que também participa do Comitê Organizador do Fórum. 

Segunda Bia Barbosa, em matéria para Carta Maior, além de inspirador, o sentimento no FSM em relação ao que acontece no Egito e à luta, de certa forma já vitoriosa, na Tunísia, tem provocado reflexões mais profundas sobre as demandas históricas altermundistas. "Há muito não se vê um movimento de massas autodenominado revolucionário, como agora presente nos países árabes do Norte da África”. Para o belga Eric Toussaint, do Comitê pela Anulação da Dívida do Terceiro Mundo, “Haverá um resultado no nível de consciência das pessoas” (leia na íntegra a matéria da Carta Maior). 

Em correspondência com o Instituto Pólis, o economista Ladislau Dowbor cita contribuições de Boaventura de Sousa Santos no Fórum Social Mundial Dacar 2011: “imaginar um capitalismo com rosto humano, é como imaginar um tigre vegetariano"

 

Fonte: Instituto Pólis

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca