ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • CIVICUS
  • REDES

    • Plebiscito Constituinte

Dia 18 de maio é dedicado à promoção da luta antimanicomial

17/05/2011

18 de maio é o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. A data, criada em 1987 durante o II Congresso Nacional dos Trabalhadores em Saúde Mental, promove o enfrentamento ao estigma que as pessoas com transtorno mental sofrem. Diversos eventos e atos públicos debaterão a temática para reafirmar o direito a um tratamento público, de qualidade e que não impeça o exercício da cidadania.

 

O Conselho Regional de Psicologia do estado brasileiro de São Paulo organiza a Semana da Luta Antimanicomial, a ocorrer entre os dias 16 e 21 de maio, na sede e subsedes do conselho. A intenção é lutar em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e pelo fortalecimento das redes antimanicomiais. Haverá debates durante toda a semana, quase todos transmitidos ao vivo no link www.crpsp.org.br/aovivo. As comemorações se encerram com a V Feira de Saúde Mental e Economia Solidária.

 

Na cidade de Sorocaba, ocorrerá, no dia 18 de maio, às 14 horas, um ato na Assembléia Legislativa. Os manifestantes se mobilizam em defesa do SUS e pela Reforma Psiquiátrica Antimanicomial. Na ocasião, entregarão o Dossiê sobre Mortes nos Hospitais Psiquiátricos em Sorocaba. No dia 24, realizarão o Grande Ato em Defesa dos Direitos Humanos, pela efetivação da Lei 10.216 (Reforma Psiquiátrica) e para denunciar mortes e maus tratos nos hospitais psiquiátricos.

 

Em Minas Gerais, na capital Belo Horizonte, os defensores da luta antimanicomial se reunirão na Praça 7, às 14 horas do dia 18 para homenagear os 50 anos do livro "A História da Loucura na Idade Clássica”, do filósofo francês Michel Foucault. Já no interior do estado, haverá caminhada na cidade de Ribeirão das Neves e em Uberaba.

 

Em Goiânia, capital de Goiás, o Conselho Municipal de Saúde promove, no dia 17, às 19 horas, a "Roda de Tambor”, na Praça do Bandeirante. O encontro terá a participação de estudantes, usuários da saúde mental e familiares.

 

No estado do Rio de Janeiro, o Movimento Nacional da Luta Antimanicomial celebra seus 30 anos de articulação entre profissionais de saúde, estudantes, usuários dos serviços de saúde mental, familiares e movimentos sociais. A programação ocorre no dia 18, na Cinelândia.

 

O governo da Paraíba promove, em parceria com organizações sociais, a I Semana Estadual da Luta Antimanicomial. Com o tema "Além dos Loucos Muros”, a programação ocorre entre os dias 16 e 20 de maio, constituída por caminhadas, palestras, rodas de conversa, apresentações culturais e exposições de trabalhos realizados por usuários dos Centros de Atenção Psicossocial (Capes).

 

Histórico de Luta

 

Com 30 anos de discussão no Brasil, a questão antimanicomial conquistou avanços, como a Lei Paulo Delgado (2001), que define os parâmetros da Reforma Psiquiátrica, bem como a constituição da Rede Internúcleos, que organiza o movimento nas diversas localidades do país.

 

Ainda assim, há muito que se alcançar. O Movimento Nacional de Luta Antimanicomial (MNLA) destaca a bandeira "Por uma sociedade sem manicômios”. Os militantes lutam para que haja uma rede composta por Centros de Atenção Psicosocial (CAPS), leitos psiquiátricos em hospitais gerais, prontos socorro psiquiátricos e humanização dos serviços de saúde mental.

 

Fonte: Adital / Camila Queiroz

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - Osasco- CEP: 01223-010 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda à sábado, das 9h às 19h

design amatraca