ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • União Europeia
  • REDES

    • Plataforma MROSC

Sociedade mato-grossense vai a Brasília cobrar reprovação do zoneamento do estado

29/09/2011

Uma comitiva mato-grossense formada por representantes de organizações que atuam com meio ambiente, povos indígenas, agricultura familiar e movimentos sociais estará em Brasília, nesta sexta-feira (30), para uma reunião com a Comissão Nacional de Zoneamento, Ministério do Meio Ambiente e Conselho Nacional de Meio Ambiente.

O objetivo é relatar como foi conduzido o processo de elaboração e aprovação do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico de Mato Grosso e pedir a reprovação da proposta. As falhas e os prejuízos socioambientais do zoneamento aprovado pela Assembleia Legislativa e sancionado pelo governo do estado foram discutidos pela sociedade mato-grossense em maio, durante um seminário em Cuiabá que contou com a presença de indígenas, movimentos sociais, pesquisadores, parlamentares e promotores de justiça. Como resultado, foi elaborada uma carta contendo essas reflexões que, agora, será entregue aos representantes dos órgãos federais.

O documento aponta, entre outros problemas, a eliminação de terras indígenas, a redução de áreas voltadas à conservação e à proteção dos recursos hídricos, a falta de reconhecimento das áreas de agricultura familiar e a expansão das zonas destinadas à agricultura e à pecuária de alto impacto em detrimento das demais.

Os problemas com o zoneamento do estado são tantos e tão graves que motivaram o Ministério Público do Estado a entrar, neste mês, com uma Ação Civil Pública, com pedido de liminar. Na ação, os autores afirmam que o atual zoneamento “revela-se um instrumento com enorme potencial de ser propulsor de graves prejuízos ambientais e econômicos ao Estado de Mato Grosso, merecendo, assim, a pronta intervenção do Poder Judiciário para anulá-la, em nome da higidez do ambiente, da sustentabilidade econômica, da qualidade de vida e, enfim, do bem estar da sociedade mato-grossense”.

Participam da reunião, em Brasília, o Instituto Centro de Vida (ICV), Instituto Socioambiental (ISA), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam), Operação Amazônia Nativa (Opan), Fórum Mato-grossense de Meio Ambiente e Desenvolvimento (Formad) e o Grupo de Trabalho e Mobilização Social (GTMS), que é formado por mais de 130 instituições e movimentos sociais.

Serviço

O que: Reunião da comitiva mato-grossense com órgãos federais para discutir o Zoneamento Socioeconômico e Ecológico do Estado

Onde: Ministério do Meio Ambiente – 5º andar – Brasília/DF
Quando: sexta-feira, 30/9/2011, às 9h


Contatos com a imprensa

Daniela Torezzan (ICV) - (65) 3621-3148 / 9201-4578 / daniela.torezzan@icv.org.br
Julio Cezar Garcia (ISA) - (61) 3035-5104 / 8220-0222 / julio@socioambiental.org.br


Fonte: OPAN

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Informação, formação e comunicação em favor de um ambiente mais seguro para a sociedade civil organizada

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca