ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Plataforma MROSC

Senadores deverão votar texto substitutivo do Código Florestal nesta quarta-feira (30)

29/11/2011

Organizações sociais realizaram Ato com 1,5 milhões de assinaturas contra o novo o Código Florestal.

 

Ato em Defesa das Florestas - Foto: Antonio Cruz/ABr

 

O novo Código Florestal deverá ir à votação no plenário do Senado Federal nesta quarta-feira (30). Os senadores concordaram em atender ao pedido de urgência para votação do novo Código Florestal, aprovado pela Comissão de Meio Ambiente do Senado na última quinta-feira (24).

 

O texto substitutivo (PL 30/2010) ao Código Florestal, de autoria do deputado Aldo Rebelo (PcdoB), foi aprovado pelas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ), Ciência e Tecnologia (CCT), Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e Meio Ambiente (CMA) do Senado. Se aprovado no Plenário da Casa, deverá retornar à Câmara dos Deputados, onde já foi aprovado, e depois será encaminhado à sanção presidencial.

 

Na manhã desta terça-feira (29), o Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, que reúne 200 organizações sociais, realizou o Ato em Defesa das Florestas em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília (DF). De acordo com o Comitê, com a ação buscou-se “chamar a atenção, em especial da presidenta, para a ameaça que paira sobre as florestas com as medidas aprovadas no texto do Código Florestal e que podem colocar em risco grandes áreas de floresta em todos os biomas brasileiros”.

 

As organizações se manterão em vigília em frente ao Pálacio do Planalto durante todo o dia. A finalidade é conseguir entregar 1,5 milhão de assinaturas contra as alterações do Código Florestal à presidenta Dilma Rousseff e ao presidente do Senado, José Sarney. As assinaturas foram colhidas ao longo de quatro meses pelo Comitê e através de uma petição on-line da organização Avaaz.

 

O Ato em Defesa das Florestas reuniu movimentos sociais, estudantes, artistas, formadores de opinião, defensores em geral da causa ambiental, além de representantes das organizações: CNBB, Greenpeace, IDS, ISA, FBOMS, Fórum de Ex-ministros do Meio Ambiente, FETRAF, Nucleos Universitários, SOS Mata Atlântica, Via Campesina e WWF.

 

Fonte: Brasil de Fato

 

Leia aqui o Especial Código Florestal do Brasil de Fato

 

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca