ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Mesa de Articulación

Preparando a Cúpula dos Povos na Rio+20

14/02/2012

Está se aproximando a Conferência da ONU, mais conhecida como Rio+20, que ocorrerá no Rio de Janeiro/RJ entre os dias 20 e 22 de junho de 2012. Nós, os povos de diversas partes do globo, estaremos reunidos na Cúpula dos Povos e faremos ecoar a nossa voz. Estaremos reunidos na Cúpula dos Povos por Justiça Social e Ambiental contra a Mercantilização da Vida e da Natureza em defesa dos Bens Comuns, do dia 15 a 23 de junho de 2012, no Aterro do Flamengo, na cidade do Rio de Janeiro/RJ.

 

Circular: 01/2012 - Jubileu Sul 
Assunto: Preparação para a Cúpula dos Povos na Rio+20 

Prezad@s lutadores e lutadoras do Povo, 

Está se aproximando a Conferência da ONU, mais conhecida como Rio+20, que ocorrerá no Rio de Janeiro/RJ entre os dias 20 e 22 de junho de 2012. Nós, os povos de diversas partes do globo, estaremos reunidos na Cúpula dos Povos e faremos ecoar a nossa voz. 

A Cúpula dos Povos será um espaço livre da presença das corporações, e entendemos que é parte do processo de luta, de organização, de mobilização, e não um momento estanque ou mais um evento. A Cúpula tem por objetivo ser um espaço de fortalecimento no processo de ação, de resistência e de construção de alternativas. E, principalmente, ser um espaço de denúncia das falsas soluções e da nova ‘roupagem verde’ que o capitalismo está se colocando. Não podemos nos deixar enganar; é o velho capitalismo “travestido” de verde, só que mais profundo e mais violento, deixando, por onde passa, terras arrasadas, trabalhadores impactados, afetados, destruindo os povos, as comunidades, a natureza, tudo em nome da acumulação e do lucro. Ou seja, é a chamada Economia Verde, sinônimo de destruição. Economia Verde é o novo sinônimo para desenvolvimento sustentável. Um novo nome para as velhas práticas predatórias da natureza e do trabalho humano. O velho capitalismo agora “pintado” de verde. 
Veja algumas informações a seguir, que podem colaborar na preparação de sua delegação para vir ao Rio de Janeiro, ou mesmo para a realização de ações nos próprios locais, na sua cidade, no campo,...: 

Nome: Cúpula dos Povos por Justiça Social e Ambiental contra a Mercantilização da Vida e da Natureza em defesa dos Bens Comuns 
DATA: de 15 a 23 de junho de 2012, no Aterro do Flamengo, na cidade do Rio de Janeiro/RJ. 

a) Eixos: i) denúncia das causas estruturais e novas formas de reprodução do capital; ii) as soluções e novos paradigmas dos povos; iii) as agendas, campanhas e mobilizações que unificam o processo da luta anticapitalista pós Rio+20; 

b) Processo: deve se ver a Cúpula dos Povos na Rio+20 como parte de um processo de acúmulo histórico das lutas locais, regionais e globais e das lutas dos diversos movimentos sociais na defesa dos bens comuns materiais e imateriais; 

c) Caráter: a Cúpula dos Povos ocorre e se dá dentro do seguinte marco político da luta antisistêmica: 
 Anticapitalista, expressando a luta de classes, antirracista, antipatriarcal, anti-homofóbica; 
 Contra a mercantilização e a financeirização da vida e da natureza; 
 Na defesa dos bens comuns; 
 A luta em defesa dos territórios contra a ofensiva do capital, travestido “travestido” de verde, que se apresenta na mineração, no extrativismo predatório, nos megaprojetos de todo tipo, na especulação imobiliária,...; 
 O espaço da Cúpula dos Povos deve ser um espaço LIVRE da presença das corporações, e que visibilize a luta dos povos no Brasil e em outras partes do mundo. 

d) Metodologia: As organizações populares, redes e movimentos sociais têm como prioridade a Assembleia dos Povos, que ocorrerá dentro da Cúpula dos Povos, sendo que durante a Assembléia dos Povos a orientação é para que todos e todas concentrem seus esforços e participem da mesma, sem atividades autogestionadas neste período da tarde. Ou seja, nos dias 15 e 16/06 ocorrerão as atividades preparatórios e de mobilização , nas manhãs dos dias 18, 19 e 21.06 as atividades autogestionadas e nas tardes a Assembléia dos Povos , com mobilizações no início das noites. Veja melhor no quadro aqui

e) Processo Oficial: a Cúpula dos Povos não terá participação direta na Conferência Oficial. As redes, movimentos sociais e organizações populares terão liberdade para participar. O CFSC (Comitê Facilitador da Sociedade Civil) terá a tarefa de diariamente, em horários pré-estabelecidos, fazer informes a partir dos debates que estão ocorrendo na Conferência Oficial, sem, no entanto, ser um sujeito político dentro do processo oficial. 

f) Estrutura organizativa e responsáveis pela organização da Cúpula dos Povos na Rio+20: 
 Comitê Facilitador da Sociedade Civil (CFSC): é o espaço amplo onde todas as organizações brasileiras interessadas no processo podem estar presentes opinando e contribuindo na construção. Está se programando plenárias periódicas nos próximos meses para a ampliação do debate e da organização. As entidades que estão no CFSC ou que desejam se somar ao processo devem fazer contato. 
 Grupo de Articulação: é um coletivo de redes e movimentos sociais que tem representação internacional, designada pelo CFSC para operacionalizar as definições (Via Campesina, Jubileu Sul, Marcha Mundial de Mulheres, Amigos da Terra, Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais, Rebrip, Fórum brasileiro de Economia Solidária, REJUMA, FBOMS, CUT, Fetraf, Contag, UNE, Rebea, Rede Cerrado, GTA, Abong, AMB, ASA, APIB, Fórum Ecumênico ACT Brasil, CONAQ, Conen, FNRU, GRAP, FNECDC, Kari-Oca, Plataforma Dhesca, Rebea, RMA). A partir de janeiro de 2012, cada rede/movimento deverá indicar um representante internacional como forma de ampliar e internacionalizar o enlace para a Cúpula dos Povos. 
 Secretaria Operativa: composta pela Via Campesina (Marcelo Durão), Rebrip (Fátima Mello) e Grap (Moema). 
 Grupos de Trabalho: até o momento são GT de Metodologia, GT Território, GT Comunicação, GT Mobilização e GT Processo Oficial. 
Obs.: estas instâncias deixam de existir assim que a Cúpula se encerrar. 

g) Como participar da Cúpula dos Povos: cada organização, pastoral, movimento, rede,... poderá participar no Rio de Janeiro ou mesmo realizar atividades, ações locais, especialmente nos dias de mobilização (dia 05, dia 17 e dia 20) através de debates, seminários, vídeos, atos e outras ações conectadas com a Cúpula dos Povos. Em breve, através do site, haverá mais detalhes quanto à forma de inscrição para as atividades autogestionadas (manhã dos dias 18, 19 e 21/06) e para as atividades preparatórias e de mobilizações (nos dias 15 e 16/06). 

h) Documentos importantes: 
 Confira em anexo o documento de posição do Jubileu Sul Brasil e Américas ou acesse http://www.jubileubrasil.org.br/integracao-dos-povos/rio-20-2012/documento-de-posicao-do-jubileu-sul-brasil-e-americas-a-caminho-da-rio-20/ ; 
 Confira o Chamado aos Movimentos Sociais para a construção da Assembleia dos Povos durante a Cúpula; 
 Segue a Declaração da Assembleia dos Movimentos Sociais ocorrida em 28 de janeiro de 2012 em Porto Alegre; 
 Em breve estará disponível uma Cartilha sobre Economia Verde, aguardem! 

i) Mais informações acesse: http://cupuladospovos.org.br/ ou entre em contato conosco: jubileubrasil@terra.com.br / telefones (11) 3112-1524/3105-9702 / www.jubileubrasil.org.br . 

Na certeza de nos encontrarmos no Rio de Janeiro para mais uma etapa da luta popular antisistêmica e na construção de verdadeiras soluções, nos colocamos a disposição para mais informações. 

Abraço solidário, 

Rosilene Wansetto 
Secretaria – Jubileu Sul Brasil/JSB

Sandra Quintela 
Coordenação do JSB e Jubileu Sul Américas

 

Fonte: Jubileu Sul

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca