ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Misereor
  • REDES

    • MCCE

Jovens participam de atividades referentes ao Dia Internacional das Mulheres

07/03/2012

O Dia Internacional das Mulheres, celebrado nesta quinta-feira (8), é lembrado como uma data de lutas e conquistas para mulheres de todo o mundo. A data também é destaque entre as juventudes, que aproveitam para destacar o papel das jovens no contexto atual e fortalecer as lutas por garantias e promoções de direitos e igualdade de gênero.

 

No Chile, por exemplo, o Agrupamento Combativo e Revolucionário (ACR), juntamente com outros coletivos e organizações sociais, convida a população a realizar um ato, nesta quinta-feira (8), pelo Dia Internacional da Mulher e em solidariedade pela população de Aysén, região no sul do país. A mobilização está marcada para ocorrer a partir das 18h30 na Praça Itália.

 

Em declaração, Pan y Rosas - agrupamento de mulheres militantes do Partido de Trabalhadores Revolucionários (PTR-CCC) – se solidariza à luta de mulheres chilenas de vários setores e regiões do país. O grupo cita, por exemplo, as violações e violências sofridas por estudantes durante as manifestações estudantis ocorridas no ano passado e as demandas das mulheres de Aysén. A região protesta, entre outros pontos, contra o isolamento e o aumento do custo de vida.

 

"É por isso que seguiremos em pé de luta: contra o aumento do custo de vida e a carestia; contra os salários de fome e a miséria; contra os abusos empresarias e a precarização trabalhista; contra a falta de direitos sindicais e democráticos; contra os aumentos de tarifas e machismo nas universidades e nos colégios. Mas também contra a violência contra a mulher e a diversidade sexual, por nosso direito ao aborto legal, livre e gratuito, pela contracepção de emergência, por direitos a berçários e jardins de infância em cada lugar de trabalho, estudo e povoado, pelo direito ao matrimônio igualitário”, destacam.

 

No Brasil, a Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP) e a Organização Popular de Aracati (OPA), cidade do litoral cearense, celebrarão o Dia Internacional da Mulher com marcha e debates. A ação começará às 7h30 com uma caminhada pelas ruas do município. Em seguida, as/os participantes se reunirão no Salão Paroquial vizinho à Igreja Nossa Senhora dos Prazeres para discutir sobre o tema "Mulher: saúde, dignidade e respeito” e o lema "Mulher: sinal da ternura de Deus no mundo”.

 

Em Cuba, integrantes de Juventud Rebelde, da União de Jovens Comunistas e da Organização de Pioneiros José Martí convidam as pessoas a escrever cartas e mensagens de apoio e solidariedade às mães e esposas dos "Cinco Cubanos” por ocasião do Dia Internacional da Mulher. Quem tiver interesse em escrever, pode enviar a carta para o email digital@juventudrebelde.cu ou deixar um recado na própria página eletrônica de Juventud Rebelde (www.juventudrebelde.cu).

 

Secretarias e ministérios da juventude de alguns países também celebrarão a data com atividades especiais para as jovens. Como é o caso da Secretaria Nacional de Juventude do Peru (Senaju), que realizará, nesta sexta-feira (9), uma atividade voltada para as lideranças jovens. Além de roda de conversa, haverá uma mesa redonda sobre "experiências organizativas desde as mulheres jovens”, premiações e apresentações culturais.

 

Na Argentina, o Gabinete Jovem do Governo de Santa Fé promoverá uma Campanha Jovem por ocasião do Dia da Mulher. A ação tem o objetivo de refletir sobre o protagonismo da mulher e combater a discriminação de gênero. No final de semana, o Parque Federal, em Santa Fé (no sábado), e o Boulevard Oroño, em Rosario (domingo), receberão um stand do Gabinete Jovem. Lá, as/os visitantes poderão participar de uma instalação acrescentando nomes de mulheres que se destacaram por sua luta ou pela experiência pessoal.

 

As atividades promovidas pela Comissão Departamental de Gênero e Juventude do Governo Sandinista da Nicarágua já começaram desde o início do mês com uma jornada de equidade e complementaridade. As ações, realizadas em assembleias municipais, têm o objetivo de destacar o papel complementar do homem e da mulher, reforçando a importância dos dois no processo de transformação social.

 

Com informações de agências.

 

Fonte: Adital, por Karol Assunção

 

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca