ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Plataforma MROSC

MAB protesta no Ministério de Minas e Energia, em Brasília

15/03/2012

Na manhã desta quinta-feira (15/03), manifestantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) estão protestando em frente ao Ministério de Minas e Energia, na Esplanada dos Ministérios. Com a ação, o Movimento exige o cancelamento de Belo Monte e cobra a renovação das concessões do setor elétrico que vencem nos próximos anos.

 

O MAB é contra a privatização do setor elétrico, que corre o risco de se aprofundar se não forem renovadas as concessões pertencentes às estatais que vão vencer a partir deste ano. Essa luta é em articulação com os trabalhadores do setor.

 

Além disso, o objetivo do Movimento é pressionar o governo a atender a pauta dos atingidos, em especial a necessidade da criação de um órgão voltado especificamente para efetivar os direitos dos atingidos por barragens, com aporte de recursos que permita ao Estado o pagamento da dívida histórica com a população atingida.

 

Entre outros pontos da pauta, o MAB cobra do governo o desenvolvimento de uma metodologia para a realização do diagnóstico da dívida social do Estado Brasileiro com os atingidos, com o estudo, levantamento e cadastramento das famílias em todas as regiões do Brasil, para a devida reparação e a liberação dos recursos junto à Eletrobras necessários para o “Programa capacitando atingidos por barragens para desenvolver ações em tecnologias sociais na produção de alimentos saudáveis e energias alternativas”.

 

Os integrantes do MAB estão mobilizados em Brasília desde terça-feira (13). Ontem (14), após fazer um ato político contra a privatização do setor elétrico na Câmara dos Deputados, o MAB permaneceu em vigília em frente ao Palácio do Planalto para cobrar avanços na pauta com o governo. A expectativa é obter resultados concretos nessa quinta-feira. As ações acontecem em todo o Brasil, é a Jornada Nacional de Lutas em comemoração ao Dia Internacional de luta contra as barragens, pelos rios, pela água e pela vida, cuja data foi celebrada ontem, 14 de março.

 

Assessoria de imprensa: Elisa Estronioli  (61) 8280.6182

 

Fonte: MAB

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca