ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Instituto C&A
  • REDES

    • FIP

Votação da PEC do Trabalho Escravo acontece nesta terça-feira

21/05/2012

Presidente da Câmara dos Deputados Marco Maia (PT-RS) prometeu colocar o tema novamente em pauta neste dia 22. Organizações preparam ato para cobrar Congresso Nacional.

 

Após quase oito anos parada no Congresso Nacional, a Proposta de Emenda Constitucional 438/2001 pode ser votada nesta terça-feira (22) na Câmara dos Deputados. Inicialmente prevista para o dia 8, a votação acabou adiada graças a manobra da bancada ruralista, que não só conseguiu o adiamento como também espaço para desviar a discussão e tentar descaracterizar o conceito de trabalho escravo contemporâneo. Para não assumir uma posição abertamente contrária à PEC, os opositores da proposta passaram a repetir que falta clareza no

 

    A possibilidade de retrocessos no combate aberta pelo questionamento à definição atual provocou forte reação da sociedade civil, commanifestações de pesquisadores, professores e universitários, que defendem não só a aprovação da PEC, mas também a importância de se manter o conceito atual. A mobilização nas últimas semanas envolveu desde setores empresariais, até trabalhadores rurais e sindicalistas - no dia em que estava inicialmente prevista a votação centenas deles fizeram uma manifestação exibindo correntes dentro do Congresso Nacional. Representantes de populações tradicionais também se manifestaram. Novo ato esta previsto para esta terça-feira (22), dia da votação.

     

    Além de empresários e trabalhadores, a PEC recebeu apoio de mais de 100 bispos católicos, de Gulnara Shahinian, a relatora da Organização das Nações Unidas (ONU) contra a Escravidão, de Andrea Bolzon, diretora da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, e de artistas, que gravaram um vídeo sobre a questão. A população se manifestou com mensagens por twitter e por meio de um abaixo-assinado do qual participaram mais de 60 mil pessoas.

     

    A PEC do Trabalho Escravo determina o confisco de propriedades em que for flagrado trabalho escravo e sua destinação para reforma agrária ou uso social, no caso de áreas urbanas. Durante todo o dia nesta terça-feira até a conclusão da votação, a Repórter Brasil transmitirá pelo twitter informações direto do Congresso Nacional.

     

    Fonte: Repórter Brasil.

     

    PALAVRAS-CHAVE

    • PROJETOS

      • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

    Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - 01223-010
    11 3237-2122
    abong@abong.org.br

    design amatraca