ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • FIP

Fim da obsolescência programada será discutida na Rio+20

21/06/2012

Fim da obsolescência programada será discutida na Rio+20

 

Debate ocorrerá após a exibição de documentário sobre como a indústria tem trabalhado nos últimos 100 anos para promover o aumento do consumo com a oferta de produtos de qualidade inferior

 

Para discutir a questão da durabilidade dos produtos consumidos atualmente, o Idec e a Abong (Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais) farão um debate sobre “Produção e consumo sustentáveis: pelo fim da obsolescência programada”, na sexta-feira (22/6) das 13h às 15h no Museu da República, Rio de Janeiro. A discussão faz parte da programação da Cúpula dos Povos, evento organizado pela sociedade civil global em paralelo à Rio+20 (Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável).

 

Entenda o que é obsolescência programada

 

A ideia da reunião é dialogar sobre os caminhos que devem ser ultrapassados frente ao modelo atual no qual os produtos são desenhados para ter vida curta, gerando desperdício de resíduos incompatível com os limites atuais. Estarão presentes para o debate a coordenadora executiva do Idec, Lisa Gunn, o membro da Diretoria Executiva da Abong, Ivo Lesbaupin, e o criador da experiência “O Homem Refluxo”, Peri Pane. “O evento tem como objetivo organizar uma frente da sociedade civil para pressionar a mudança dos padrões de produção e consumo, de forma a diminuir o descarte desnecessário de toneladas de lixo eletrônico e tóxico no planeta”, explica a pesquisadora do Idec, Adriana Charoux.

 

Essa diminuição é uma das exigências descritas na Plataforma dos Consumidores pelo Consumo Sustentável para a Rio+20. É importante lembrar que a humanidade já está consumindo 30% a mais do que o planeta é capaz de repor e é preciso que haja uma redução em até 40% as emissões de gases de efeito estufa para que a temperatura não suba mais do que 2º C.

 

Diante da necessidade de promover uma revolução nos padrões de produção e consumo, o Estado deve regularizar, fiscalizar e induzir esses novos padrões. As empresas, por sua vez, devem garantir ao consumidor acesso à informação e assumir a responsabilidade pelo ciclo de vida dos produtos, visando ao desenho adequado dos produtos e embalagens e o fim da obsolescência programada.

 

“Comprar, tirar, comprar”

 

Além do debate, será exibido o documentário “Comprar, tirar, comprar - The Light Bulb Conspiracy”, da diretora Cosima Dannoritzer. O filme conta a história de como a indústria tem trabalhado nos últimos 100 anos para promover o aumento do consumo com a oferta de produtos de qualidade inferior. Clique aqui para assistir o documentário.

 

Visite a página do Idec com informações sobre a Rio+20

 

Confira a agenda do Idec na Rio+20

 

Fonte: Idec

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI)

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca