ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Plataforma MROSC

Idec apoia aprovação de leis que combatem epidemia de obesidade infantil

11/01/2013

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, tem até o final de janeiro para sancionar ou não dois projetos de leis

 

São Paulo, 11 de Janeiro de 2013 - Dois PLs aguardam sanção do governador Geraldo Alckmin; Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Instituto Alana e outras organizações enviarão carta e pedirão audiência para mostrar importância dos projetos que proíbem venda de alimentos acompanhados de brinquedos e restringem publicidade voltada a crianças.

 

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, tem até o final de janeiro para sancionar ou não dois projetos de leis que serão um marco na luta contra a epidemia de obesidade infantil no País.

Um deles, (PL 1096/2011), de autoria do deputado estadual Alex Manente (PPS), proíbe a venda de alimentos acompanhados de brindes ou brinquedos no Estado. Já o PL 193/2008, do deputado Rui Falcão (PT), regulamenta a publicidade dirigida a crianças de alimentos e bebidas pobres em nutrientes e com alto teor de açúcar, gorduras saturadas ou sódio. O texto prevê que nenhuma comunicação do tipo poderá acontecer entre 6h e 21h em rádios ou canais de televisão, e em nenhum horário nas escolas públicas ou privadas.

O Idec, junto ao Instituto Alana e outras entidades enviarão ao governador uma carta assinada para apoiar a sanção dos dois projetos. Também será solicitada uma audiência com Alckmin para debater os PLs e reiterar a importância da sanção dos mesmos.

Para o Idec, a sanção dos projetos de lei significará um pioneirismo do Estado de São Paulo em prol da defesa do consumidor, da saúde e da proteção à criança. “Sem dúvida, será uma medida de grande impacto na luta contra a epidemia de obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis, tais quais, diabetes e hipertensão”, afirma a advogada do Idec Mariana Ferraz.

“Caso os projetos de lei venham a ser sancionados, o Estado de São Paulo entrará em foco internacional como um governo comprometido com medidas efetivas de proteção à saúde dos consumidores”, completa a advogada.

Pesquisa


No PL que pede a proibição do os brinquedos acompanhando lanches, o autor cita uma pesquisa realizada pelo Idec e Instituto Alana a qual mostrou que os lanches que acompanham os brinquedos em cinco redes de fast-food podem conter até 70% da quantidade de gordura saturada que uma criança pode ingerir por dia.

 

Quando a pesquisa foi realizada, em 2008, o lanche do McDonald´s que acompanhava os brinquedos possuía 0,4g dessa gordura, o do Burguer King, 2g, e o do Bob´s, 3,7g. A ingestão da gordura trans não é recomendada em nenhuma quantidade porque aumenta o colesterol.Digite aqui o texto de seu release

 

Fonte: Idec - O Idec: é uma associação que promove, desde 1987, a educação, a conscientização e a defesa dos direitos do consumidor. Sem vínculos com governos, partidos políticos ou empresas, sua independência é mantida pela contribuição de pessoas físicas.

 

 

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca