ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Beyond

Marcha de abertura do Fórum Social Mundial leva centenas de milhares às ruas de Túnis

26/03/2013

O Fórum Social Mundial (FSM) teve inicio nesta terça com uma grande marcha em Túnis. Centenas de milhares de pessoas, de diversas partes do mundo, ocuparam as ruas da capital tunisiana para viver a solidariedade global e afirmar que um outro mundo é possível. A crítica ao modelo econômico atual e às dominações de classe, raça, gênero e etnia estavam presentes em cantos, palavras de ordem, bandeiras e faixas que exigiam o fim do capitalismo e da opressão sobre os povos. “É incrível. Há apenas dois anos que esse tipo de manifestação se passa aqui. Antes era impossível, e estamos aqui, com milhares de pessoas, vindas de todas as partes do mundo. Estamos juntos para celebrar a liberdade e a revolução. Só a festa não é suficiente, temos que ir mais longe, e manter o processo da revolução. Esse é meu sonho e minha questão. Se pudermos fazê-lo, seria maravilhoso”, afirmou o professor tunisiano Habib Ayeb, das Universidades Paris VI e X e da Universidade americana do Cairo (Egito).

 

Também presente na marcha, Gilberto Leal, da Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN), disse que a abertura realizada foi “fortíssima”, pela grande diversidade de movimentos de todas as partes do mundo. “Com esse número de pessoas e essa energia, acho que esse Fórum terá debates intensos. Será forte, o pessoal da Palestina veio forte, e nós do Brasil também estamos presentes com muitos movimentos”. Já Edmundo Kroger, do CECUP – Centro de Educação e Cultura Popular e da direção da Abong, destacou que em um contexto marcado pelo discurso de cumprimento de metas de austeridade, “o povo está aqui reunido para pensar que uma outra sociedade e modelo de economia é possível. É muito importante este momento, pessoas de várias nações, de todas as partes do mundo, é uma grande oportunidade de trazer transformação”.

 

O FSM 2013 terá debates e oficinas presenciais, e pela primeira vez as atividades serão transmitidas pela internet. O primeiro evento promovido pela Abong, hoje (27/3), às 9h, terá transmissão online, disponibilizada gratuitamente através deste LINK. O tema abordado será A Prática da Democracia Participativa, sendo grandes as expectativas, visto que a região vive um período revolucionário de crescente participação política da população.  Participe!

 

O FSM 2013 será encerrado com outra marcha, na tarde do dia 30. A região ainda passa por um processo revolucionário que envolve, majoritariamente, a sociedade civil; de sindicatos aos movimentos estudantis. A Carta de Princípios do FSM , em seu primeiro ponto, define o encontro como "um espaço aberto de encontro plural e diversificado, não confessional, não governamental e não partidário”. O Fórum está organizado em um sistema que, em diversas considerações, alinha-se com o principio da democracia participativa, um dos lemas que tomaram as ruas do Oriente Médio nos últimos anos.

 

Mesmo abrangendo problemáticas globais, como o consumismo exacerbado dos recursos limitados e desastres ambientais provocados pelo ser humano, o Fórum tradicionalmente aborda causas locais da região onde é sediado. Uma das principais problemáticas atuais encontra-se no conflito entre Israel e Palestina, causa de diversas violações aos direitos humanos. Está prevista uma marcha em solidariedade mundial à Palestina no encerramento do FSM.

 

O Fórum é um evento aberto a todos e todas; não é necessário convite para participar, sendo a viabilização dos meios necessários para realização das atividades (palestras, oficinas, seminários, etc.) de responsabilidade da organização. De acordo com a Carta de Princípios do FSM, “nenhuma entidade ou organização cujo perfil esteja em concordância com os princípios do FSM teve ou terá negada a sua participação nos seus eventos”.

 

Por Hugo Fanton, em Túnis, pela Abong

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca