ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Instituto C&A
  • REDES

    • Plataforma MROSC

Sindicalistas promovem ato de início das atividades no GT da CNV

15/07/2013

 

 

Na próxima segunda-feira (22) será realizado em São Paulo, um Ato Sindical Unitário com 10 Centrais brasileiras para iniciar as atividades públicas do Grupo de Trabalho sindical na Comissão Nacional da Verdade. A data foi escolhida pelo sentido simbólico da ação unitária sindical na Greve Geral de 1983, que completará 30 anos no dia 21 de julho. O Ato é convocado pelo Coletivo Sindical de Apoio ao Grupo de Trabalho “Ditadura e Repressão aos Trabalhadores e ao Movimento Sindical”.

O evento será aberto por dois dirigentes da greve geral de 83, Jair Meneguelli e Arnaldo Gonçalves que à época eram Presidente da CUT e Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos respectivamente.


A mesa contará com a coordenadora da Comissão Nacional da Verdade, Rosa Cardoso, também responsável pelo GT “Ditadura e Repressão aos Trabalhadores”; Paulo Vannuchi, membro da Comissão Interamericana de Direitos Humanos; José Luis Del Roio, presidente do Instituto Astrogildo Pereira. Terão assento e voz os representantes das 10 Centrais Sindicais que compõem o Coletivo de Apoio ao GT.

Serão exibidos vídeos curtos de representantes de diferentes categorias de trabalhadores que tiveram protagonismo na luta contra a Ditadura: Carlúcio Castanha Júnior (in memoriam) - integrante da Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo (OSM-SP) e membro da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT); Derly José de Carvalho – um dos fundadores do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo;José Ibrahin (in memoriam) – presidente (cassado) do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco na época da greve de 1968. José Maria de Almeida – metalúrgico de Santo André; Nair Goulart – Diretora do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo; Raphael Martinelli – liderança nacional dos ferroviários e do Comando Geral dos Trabalhadores (CGT); Vital Nolasco – Diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo;

A Greve Geral de 1983 levou, em plena ditadura, três milhões de trabalhadores às ruas. Contou com a adesão de 35 entidades sindicais e de associações de funcionários públicos. Diversos setores da sociedade — estudantes, partidos de esquerda, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação Brasileira de Imprensa (ABI), entre outros — se solidarizaram com os trabalhadores, manifestando publicamente suas posições.

Reunião e coletiva nesta terça-feira (16)

O coletivo de apoio realizará, em São Paulo no dia 16 de julho, a partir de 9h30, sua quinta reunião de trabalho com Rosa Cardoso. Após a reunião, integrantes do GT e a coordenadora da CNV concedem entrevista coletiva no Gabinete da Presidência da República em São Paulo sobre o andamento dos trabalhos e o ato do dia 22.

Serviço
Ato Sindical Unitário de inauguração Pública das atividades do GT “Ditadura e Repressão aos Trabalhadores e ao Movimento Sindical”
Data: 22 de julho de 2013
Horário: 9h
Local: Sindicato Nacional dos Aposentados
Endereço: Rua do Carmo, 171 (metrô Sé, saída Poupatempo) - São Paulo/SP

 

 

Fonte: Portal Vermelho

 

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • FIP - Fórum Internacional das Plataformas Nacionais de ONGs

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca