ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Fundação Ford
  • REDES

    • Action2015

Pernambuco realiza Conferência de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário neste início de mês

03/09/2013

A Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário de Pernambuco, acontece nestes dias 03 e 04 de setembro. O evento vai reunir propostas para viabilizar o desenvolvimento para o meio rural no país a partir dos estados e municípios. O encontro estadual é a segunda etapa preparatória para a Conferência Nacional, que acontece em outubro, em Brasília. É também o passo seguinte depois do encerramento das conferências territoriais  e municipais no estado.

 

Pernambuco é apontado como um dos maiores centros de crescimento econômico do Brasil. Chamado de “China brasileira”. O estado apresenta um crescimento rápido em relação a outras regiões, com desempenho maior do que o do Brasil nos números do Produto Interno Bruto (PIB) acumulado em 2012. O problema é que o modelo de desenvolvimento proposto para Pernambuco está voltado para uma minoria de sua população. Percebe-se, principalmente no que diz respeito à área rural, onde o crescimento econômico vem desapropriando famílias, tirando o sustento de trabalhadores e trabalhadoras rurais, além de contribuir para o aumento da violência, para a saída dos jovens do campo para a cidade e os entraves na produção de alimentos a partir da agricultura familiar.

 

Wellington Gouveia, técnico do Centro Sabiá e um dos delegados da Conferência Estadual, diz que o encontro é bastante significativo. “Neste momento de crescimento econômico de Pernambuco me chama a responsabilidade enquanto cidadão e educador, para refletir e propor ações estruturadas no desenvolvimento sustentável”. Ele ainda reforça a necessidade de levar para a conferência as reivindicações do campo. “Defenderemos o que fazemos há 20 anos e que tem mudado a vida de muitas famílias agricultoras. Vamos propor uma agricultura de base agroecológica onde as pessoas estão integradas, trazendo seus costumes, crenças e conhecimentos. Desta maneira temos a convicção de que é possível mudar este cenário”.

 

Participação da Juventude - Janicleide Saraiva, jovem agricultora assessorada pelo Centro Sabiá, mora no sítio Jardim, no Agreste pernambucano. Ela também foi escolhida como uma das delegadas da Conferência Estadual. “Eu me sinto lisonjeada em me tornar delegada da conferência, porque é algo que a gente não espera,” afirma. ela também falou da importância da Conferência para a região. “É uma forma de valorizar as pessoas que estão na prática, no campo, ou seja, nos municípios onde tem mais dificuldade de chegar os benefícios,” comenta.

 

A Conferência Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário de Pernambuco será o momento de debate para algumas propostas que foram recorrentes nas conferências territoriais. Foram levantadas necessidades como infraestrutura e tecnologias sociais para acúmulo de água, como as cisternas, além do fortalecimento do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Outros pontos recorrentes são: reforma agrária; desburocratização para o acesso a crédito; implantação de escolas de referência no campo; fortalecimento da presença das mulheres nas tomadas de decisões nos territórios; discussão sobre o bioma Mata Atlântica nas estratégias de desenvolvimento rural e sustentável, voltadas para a diversificação da produção, sem tornar agricultor apenas fornecedor de matéria prima.

 

Para a Conferência Estadual são esperadas cerca de 260 pessoas. Destas, 20% são delegadas e delegados eleitos/as nas conferências territoriais. Já no encontro nacional, espera-se um público de 1500 pessoas.

 

Fonte: Centro Sabiá, por Nathália D’Emery com colaboração de Sara Brito

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Observatório da Sociedade Civil

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca