ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • Plataforma Reforma Política

Agência Pública lança HQ sobre exploração sexual e tráfico interno de meninas em Fortaleza durante a Copa do Mundo

12/05/2014

Durante três meses, equipe de repórter e quadrinista percorreu quilômetros de estradas do Ceará em busca da teia da exploração sexual de meninas para a Copa

 


São Paulo, maio de 2014 – Na véspera da Copa do Mundo do Brasil a Agência Pública lança a HQ “Meninas em jogo”, uma reportagem investigativa sobre a exploração sexual e o tráfico interno de meninas em Fortaleza durante a Copa do Mundo. A HQ foi uma das propostas de reportagem vencedoras em 2013 do Concurso Tim Lopes de Jornalismo Investigativo e é a primeira reportagem feita totalmente em quadrinhos pela Agência Pública. “Meninas em jogo” está disponível na íntegra no http://www.apublica.org/2014/05/hq-meninas-em-jogo/.

 

Com ilustração do quadrinista De Maio e reportagem da repórter Andrea Dip a pauta surgiu a partir de denúncias de que meninas estavam sendo aliciadas em alguns municípios do Ceará para exploração sexual em Fortaleza durante a Copa do Mundo. Ao todo foram três meses visitando Fortaleza, Canoa Quabrada e São Gonçalo do Amarante (CE), entrevistando especialistas, fontes oficiais, moradores, representantes da CUFA (Central Única de Favelas) e de algumas comunidades, meninas abrigadas e mulheres adultas em situação de prostituição.

 

O resultado é uma reportagem distribuída em cinco capítulos que mostram histórias de diferentes mulheres que revelam a existência de uma grande teia de exploração sexual de meninas, além do registro do despreparo e a falta de estrutura dos órgãos oficiais para lidar com a ameaça de abuso sexual.

Como todo conteúdo produzido pela Agência, a HQ pode ser livremente reproduzida por sites, desde que seja dado o crédito e um link para o post original: http://www.apublica.org/2014/05/hq-meninas-em-jogo/

“Nosso objetivo é justamente buscar novas formas de fazer jornalismo para que histórias tão importantes quanto essas cheguem ao máximo e pessoas possível. É nossa missão como agência de reportagens investigativas”, diz Natalia Viana, codiretora da Agência Pública.

 

 

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs e de suas causas

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca